Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/06/2008 09:00

Presidente Lula condena preconceito contra homossexuais

Carolina Pimentel/ABr

Brasília - Ao abrir a Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva condenou o preconceito contra os homossexuais e se solidarizou com o movimento.“Quando se trata de preconceito, eu conheço nas minhas entranhas. Talvez seja a doença mais perversa impregnada na cabeça de um ser humano”, disse Lula.


Lula também defendeu o direito à livre orientação sexual das pessoas. “Ninguém pergunta a opção sexual de vocês quando vão pagar imposto de renda,. Por que, então, discriminar na hora em que vocês livremente escolhem o que querem fazer com o corpo de vocês”, completou o presidente, arrancando aplausos da platéia em vários momentos.

Ao falar que já foi vítima de preconceito, Lula citou as críticas que sofreu quando usou boné do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em um evento. Na conferência de hoje, Lula posou para fotos com boné e bandeira do movimento GLBT.

“Vou colocar todos [bonés], porque somente assim vou quebrar preconceitos”, afirmou Lula, acrescentando que não é fácil para nenhum presidente da República participar de eventos “que envolvam um setor tão grande, tão heterogêneo e tão vítima de preconceito”. A tal ponto que ele foi questionado várias vezes, por assessores, se participaria ou não do evento.

Na conferência, Lula ouviu de representantes dos GLBT várias reivindicações. Entre elas, a da criação de uma secretaria que represente o movimento e o pedido de apoio ao projeto de lei que criminaliza a homofobia. O presidente afirmou que tentará atender os pedidos, mas não deu garantias.

“No que depender do apoio do Poder Executivo e dos ministros, iremos trabalhar para que o Confesso Nacional o que precisa aprovar neste país”, disse Lula.“Mas seremos honestos. Aquilo que não puder ser feito, a gente vai dizer: 'Isso aqui não dá, isso aqui não passa'”, disse, alertando que o movimento deve buscar a unidade.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)