Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/07/2005 08:24

Presidente do PSDB nega ter recebido dinheiro

Gabriela Guerreiro e Iolando Lourenço /ABr

O presidente nacional do PSDB, senador Eduardo Azeredo (MG), disse ontem (26) que as denúncias de que teria recebido doações "não-oficiais" das empresas DNA e SMP&B, do publicitário Marcos Valério, em campanhas eleitorais de 1998, não são verdadeiras. O senador negou que tenha participado de qualquer esquema de captação de recursos não declarados ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais para sua campanha ao governo do estado.

"A minha eleição de 1998 foi aprovada plo TRE com todo o detalhamento necessário. Foi feita a prestação de contas com todo o cuidado que a lei exige. Não posso concordar com essa tentativa de estadualização das questões", ressaltou.

Em nota oficial, a assessoria da DNA informa que o empréstimo de R$ 11,7 milhões citado na matéria do jornal O Globo "realmente existiu". Mas afirma ter "dúvidas quanto à veracidade dos fatos". Segundo a nota, a agência solicitou cópia do contrato junto ao Banco Rural e pretende se pronunciar novamente sobre o caso.

A assessoria da SMP&B afirma que a empresa fez algumas doações para políticos em 1998, mas não é possível precisar se o PSDB foi um dos partidos beneficiados. Segundo a empresa, como as doações foram feitas por Marcos Valério, só ele pode especificar os partidos beneficiados. De acordo com a assessoria, as doações não foram oficiais e não estão registradas na empresa.

O senador afirmou que o TRE aprovou integralmente as contas de sua campanha de 98, que somaram R$ 8,5 milhões. A empresa responsável pelas sua campanha na ocasião, de acordo com ele, foi a do publicitário Duda Mendonça. "Eu não tenho nada a ver com as questões que estão sob investigação nessa Casa. O empréstimo citado pelo jornal não era do meu conhecimento, foi feito entre um banco e uma empresa", disse. "Não tem o meu aval e de ninguém do meu partido".

Segundo o jornal O Globo, a empresa DNA teria contraído junto ao Banco Rural empréstimo de R$ 11,7 milhões oferecendo como garantia contratos assinados com a Secretaria de Comunicações e Governo de Minas Gerais. O jornal afirma, ainda, que poucas semanas depois, pelo menos 70 políticos ou pessoas ligadas a políticos da coligação de Eduardo Azeredo - candidato à reeleição ao governo de Minas - receberam repasses da SMP&B que chegaram a R$ 1,6 milhão.

O senador afirmou que se considera vítima no episódio. "O que eu não posso concordar é que a hipocrisia prevaleça. Eu tenho uma vida pública que é conhecida dos mineiros, e respeitada. Não venham com hipocrisia para cima de mim", enfatizou.

Eduardo Azeredo disse estar à disposição de "qualquer fórum" do Senado para esclarecer as denúncias, e afirmou não se sentir constrangido em permanecer à frente do PSDB Nacional. "Eu estou aqui dizendo a verdade, eu não sabia desses empréstimos, eu não fui responsável por nenhuma distribuição. Não tenho nenhum constrangimento em continuar dirigindo partido que eu ajudei a fundar", defendeu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)