Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/02/2004 15:29

Presidente do Flamengo teme falência do clube

Agência Câmara

A bancada de deputados do Rio de Janeiro reuniu-se hoje com o presidente do Flamengo, Márcio Braga, que representou os quatro maiores clubes do Brasil: Corínthians, São Paulo, Vasco e o próprio Flamengo na discussão de soluções para a crise financeira dos clubes de futebol.
Ele lamentou a ação civil, movida pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, que vem impedindo a renovação do patrocínio da Petrobras ao Flamengo após vinte anos de parceria. Para ele, essa decisão pode levar o clube à falência - e outros clubes vivem situação semelhante. "Sem receber recursos dos nossos patrocinadores, não podemos pagar o que devemos. Vamos ficar insolventes, ser executados e entrar em processo de dissolução", previu o presidente do Flamengo.

MEDIDA PROVISÓRIA
Várias propostas de refinanciamento das dívidas dos clubes foram discutidas. A deputada Laura Carneiro (PFL) propôs um refinanciamento por medida provisória. Para ela, a crise de um grande clube de futebol do Rio de Janeiro pode afetar economicamente todo o estado. "O desporto é uma área em que o Rio está crescendo, em razão dos próximos Jogos Panamericanos. Se neste momento um dos quatro grandes clubes do nosso estado sofre esse baque, fica difícil até a preparação para os Panamericanos", disse Laura Carneiro.

NOVO ESTILO
O deputado Chico Alencar (PT) ressaltou que qualquer refinanciamento deve ser acompanhado de um novo estilo de administração nos clubes. "Não pode continuar a sonegação nem a inadimplência. O presidente do Flamengo representa a nova consciência do esporte no Brasil. Ele não quer anistia, quer pagar e ganhar fôlego para isso", comentou o deputado.
O presidente do Flamengo informou à bancada que a dívida do clube, entre débitos com o INSS, trabalhistas e com fornecedores, gira em torno de R$ 200 milhões.



Reportagem - Beto Rosemberg
Edição - Luiz Claudio Pinheiro


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)