Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/10/2013 17:23

Presidente da OAB-MS minimiza acusação e diz que discussão é democrática

Correio do Estado

O Conselho Estadual da OAB-MS está reunido desde a manhã para discutir sobre o contrato que o presidente da instituição, Júlio César Souza Rodrigues teria feito com Alcides Bernal, para prestação de serviços técnicos jurídicos de ordem processual e fiscal para a prefeitura de Campo Grande. Os conselheiros fizeram um intervalo por volta das 14h e retomaram o debate a partir das 15h30min. A reunião deve prosseguir até à noite.

Apesar das acusações, Júlio César negou que o clima esteja tenso. “Aqui é a casa da cidadania. Todos têm o direito de se manifestar. A democracia permite a liberdade de opiniões. Não existe clima tenso, existe um debate com divergências de ideias. Queremos ouvir todos, debater, respeitando opiniões divergentes e chegar ao consenso”

Alvo de investigação do Ministério Público Estadual (MPE) e de ação popular no Tribunal de Justiça por contrato que teria feito com Alcides Bernal, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Júlio César Souza Rodrigues minimizou as acusações e disse que esses procedimentos são normais. “MP tem costume de fazer investigações de contratos, normal. Temos vários advogados contratados pela prefeitura. Ele [MPE] faz isso para ver se está tudo dentro das leis”.

Questionado sobre o contrato feito com a prefeitura, Júlio César se defendeu: “Não assinei. Não foi concluído, mas o prazo para manifestação do município venceria, não daria tempo de fazer a defesa. Para não ocorrer nenhum prejuízo, pois dentro do Direito, prevalece o interesse público. Então, como iniciei a tratativa, tive que preservar o interesse: fazer a defesa primeiro e depois a contratação. Não recebi nada, não foi assinado nada, nem publicado”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)