Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/08/2005 17:00

Presidente da comissão de ética do PT pede demissão

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O presidente da comissão de ética do PT, Danilo de Camargo, pediu na tarde desta sexta-feira demissão do cargo, segundo informa o Globo Online. Ele presidiria a reunião que vai ouvir, no domingo (7), o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares, acusado de envolver o partido em denúncias de corrupção, compra de votos de deputados e caixa dois em campanhas eleitorais.

Conforme o Globo, em reunião na quinta-feira, a executiva nacional do PT decidiu manter Danilo no cargo, por seis votos a cinco, com quatro abstenções. No entanto, ao refletir melhor sobre o resultado apertado da aprovação de sua manutenção no cargo, ele resolveu pedir demissão, principalmente porque quem se absteve foram exatamente os novos dirigentes do partido: Tarso Genro, Ricardo Berzoini, José Pimentel e Francisco Campos, que presidirá o processo de eleição direta para presidente do PT em setembro.

“Apesar de a executiva ter me mantido na presidência da comissão, não me senti respaldado para continuar no cargo, sobretudo pela abstenção da nova direção da executiva”, disse Danilo.

No domingo passado, quando Danilo tomaria o depoimento do ex-tesoureiro, a reunião teve de ser adiada porque um membro da comissão alegou que Danilo não tinha isenção para julgar Delúbio, já que os dois pertencem ao Campo Majoritário do PT. O Globo Online também apurou que Danilo teria se envolvido na crise por ter se reunido no dia 10 de julho com o ex-presidente José Genoino e seu irmão José Nobre Guimarães, deputado estadual no Ceará, cujo então assessor, José Adalberto Vieira da Silva, foi preso com R$ 209 mil numa mala e US$ 100 mil na cueca.

Com a suspeição em torno de seu nome, Danilo acabou cancelando a primeira audiência para ouvir Delúbio e remeteu a decisão de ser afastado ou não do cargo de presidente da comissão de ética para a reunião de quinta da executiva.

Danilo não acredita que sua demissão possa adiar mais uma vez o depoimento de Delúbio, marcado para este domingo, às 9h (horário de MS). Entretanto, já há os que defendem que amanhã, no primeiro dia de reunião do diretório nacional do PT, em São Paulo, algum membro do partido peça a expulsão sumária de Delúbio do PT, sem a necessidade de se passar pela comissão de ética.

Além disso, haverá uma proposta para a suspensão de Delúbio por 60 dias, enquanto a comissão de ética decide sua situação no partido.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)