Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

06/12/2014 21:51

Presidencialismo: Bom só para os políticos

Manoel Afonso

O recente episódio no congresso vencido pelo Governo mostra que o presidencialismo continua sendo um sistema que sobrevive pelas concessões e chantagens envolvendo uma série de vantagens para os parlamentares. A barganha do apoio ao Governo por ministérios, agências regulatórias e estatais virou marca registrada.

Da forma como vem sendo praticado, o presidencialismo dá sinais de esgotamento, não fortalece os partidos e nem cria vínculos com a sociedade, onde a grande maioria nem se lembra em quem votou pela última vez.

Impressiona. Senadores e deputados se rendem facilmente aos pedidos do Planalto, como se não houvesse necessidade de uma agenda prévia de assuntos a serem tratados.

O mais engraçado é que nestas situações difíceis - beirando a crise – sutilmente o governo - para desviar a atenção e plantar falsas esperanças, fala em reforma política como se fosse a tábua de salvação. Isso sem contar a liberação de emendas aos parlamentares.

Mas será que nossos ‘ilustres representantes’ estariam tão interessados na tal propalada reforma? Ora! Nunca foi tão fácil atender diretamente aos interesses das bases eleitorais e com chances de levar vantagens financeiras, como tem mostrado o noticiário. Bons para eles, melhor para as empreiteiras especialistas em superfaturamento de custos.

Nunca é demais lembrar o exemplo do México – em plena democracia – governado durante 48 anos apenas por um partido no regime presidencialista. Como aconteceu lá, está ocorrendo aqui: a ditadura partidária sob o manto malandro do mesmo regime.

Seria muito bom que a classe política e a sociedade como um todo, discutissem com profundidade os perigos deste sistema concentrador de poderes, onde a chave do cofre funciona como um calmante ao distribuir benesses aos ‘ parlamentares nervosos de plantão’.

Ao final, convido o leitor para meditar sobre as declarações do ex-diretor Paulo Roberto Costa, da Petrobras.

Parafraseando a música do imortal Ari Barroso: “isso é um pedaço do Brasil...iôiôiô...”

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)