Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Últimas Notícias

18/08/2004 08:49

Prefeitos defendem maior índice do FPM

Williams Araujo

CAMPO GRANDE – Os prefeitos estão armando uma ofensiva na tentativa de convencer os parlamentares a aprovar a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que prevê elevação do índice de distribuição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Na prática, os prefeitos desejam que a Câmara dos Deputados acompanhe a decisão do Senado, que aprovou aumento de 1% na base do FPM, passando dos atuais 22.5% para 23.5%.

Esse foi o tema principal discutido durante encontro ocorrido em Brasília, na segunda-feira, pelos secretários-executivos de associações de municípios de todo o País.

O diretor-executivo da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Sebastião Nunes da Silva, afirmou que a CNM (Confederação Nacional de Municípios), articula novas mobilizações em Brasília, em favor dessa e de outras reivindicações que estão sendo incluídas na pauta de discussão gradativamente.

Sebastião Nunes disse que a reunião foi produtiva, quando os dirigentes das entidades municipalistas elegeram com item principal da pauta de reivindicação a aprovação do artigo 159 da Emenda Constitucional 42/04, que complementa a reforma tributária, em tramitação no Congresso desde o ano passado.

Segundo ele, o artigo 159 foi inserido no texto da matéria durante a tramitação no Senado e prevê um aumento de 1% na base do FPM, a ser repassado em cota única no mês de novembro.

A maior preocupação dos prefeitos, conforme o diretor da Assomasul, é que a matéria não seja aprovada em tempo hábil, permitindo que a maioria das prefeituras fique em dificuldade para pagar o décimo terceiro salário dos servidores públicos.

De acordo com o dirigente, a data da mobilização dos prefeitos ainda está para ser definida. “Realmente, a aprovação de 1% sobre cada repasse do FPM seria a válvula de escape das prefeituras para pagar o 13º salário do funcionalismo, uma vez que a maioria sobrevive basicamente dos repasses constitucionais e não dispõe de recursos suficientes para fechar a folha de pagamento”, afirmou.

O encontro serviu ainda para troca de experiências administrativas e para que cada dirigente explanasse a situação dos municípios em seus estados.

“Podemos notar que a grande preocupação da maioria é com as responsabilidades que, cada vez mais, são repassadas aos municípios sem uma divida contra-partida em termos de recursos. Hoje, as prefeituras encontram-se em dificuldades financeiras e, por isso, a necessidade de lutar por mais repasses”, colocou Sebastião Nunes

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Julho de 2017
Terça, 25 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
06:34
Cassilândia
Segunda, 24 de Julho de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)