Cassilândia, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

Últimas Notícias

27/04/2015 16:48

Prefeitos articulam prorrogação de mandato por mais 2 anos

Campo Grande News

Alegando dificuldades financeiras por conta das medidas fiscais impostas pelo governo federal, o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Juvenal Neto (PSDB), aproveitou a passagem do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por Campo Grande para pedir a prorrogação dos mandatos dos prefeitos por mais dois anos.

Neto, que é prefeito de Nova Alvorado do Sul, entregou documento a Cunha na última sexta-feira (24), no qual pede apoio da Câmara por mais dois anos de mandato aos prefeitos, considerando que a maioria dos municípios de MS encontra-se em estado de insolvência por conta dos cortes da União.

No documento, o presidente da Assomasul relata que os prefeitos se reuniram em assembleia-geral no último dia 14 de abril, na sede da entidade, e discutiram, entre outros temas na pauta do Congresso Nacional, a Reforma Política.

A ideia, segundo o dirigente, seria aprovar na Reforma Política, em tramitação no Congresso, a unificação das datas de eleição no país já em 2018. A proposta, no entanto, enfrentaria certa resistência nas duas casas legislativas por ser considerada polêmica e devido ao jogo de interesse dos congressistas.

Diante do atual quadro de crise política no país, Neto defende ser fundamental a unificação das eleições gerais no Brasil, “com o propósito de reduzir despesas e o desgaste para o país, fruto de eleições a cada dois anos”, destacou ele, no documento entregue a Cunha.

O presidente da Assomasul destaca que a medida, se aprovada, garantiria aos partidos e à justiça eleitoral tempo suficiente para se adequarem às mudanças da reforma política. Na contramão desse pensamento, o prefeito Adão Rolim (PR), de São Gabriel d'Oeste, município à 120 km da Capital, disse não acreditar muito nessa possibilidade. "Considero boa proposta coincidir a data das eleições, mas em relação a prorrogação do mandato não acredito que seja aprovada."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)