Cassilândia, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Últimas Notícias

14/08/2007 05:44

Prefeito terá que demitir parentes

Laíce Souza/TJMT

O prefeito de Pontal do Araguaia, Gerson Rosa de Morais, terá que demitir todos os parentes até o terceiro grau em linha direta ou colateral, consangüíneo ou afim, que foram contratados pela sua administração. A mesma determinação vale para o vice-prefeito, secretários e vereadores do município. A prefeitura e Câmara de Vereadores também terão que rescindir os contratos de prestação de serviços que foram efetuados sem prévio concurso público, e que beneficiaram parentes dos chefes dos poderes Executivo e Legislativo municipal.

A decisão foi proferida pelo Juiz José Antonio Bezerra Filho, da comarca de Barra do Garças, em ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Estadual. O prefeito tem 30 dias para atender às determinações da justiça.

O prefeito Gerson Rosa de Morais alegou que as proibições não se aplicam ao Poder Executivo. “A Iniciativa do Ministério Público sob a alegação de violação aos princípios da moralidade e da impessoalidade do art. 37, caput, da CF, não procede, haja vista que não se aplicam as determinações quanto à proibição da prática do nepotismo ao Poder Executivo, uma vez que direcionadas ao Poder Judiciário e no âmbito do Ministério Público”, argumentou a defesa.


Para o magistrado não é necessária a criação de lei específica municipal que proíba o nepotismo, já que a própria Constituição “obriga as administrações direta e indireta dos três poderes a seguir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência na contratação de funcionários no serviço público”.


Conforme o juiz José Antonio Bezerra Filho mesmo não sendo necessária a criação de uma lei especifica de nepotismo, nada impede que os municípios, câmaras e outras instituições adotem leis próprias para reforçar a determinação constitucional. “Adoto o posicionamento de que o esforço para regular a matéria por meio de emenda constitucional ou através de lei é bem-vindo, mas desnecessário, na medida em que já se encontra implicitamente proibida a nomeação de parentes pela interpretação simples dos preceitos constitucionais”, explicou o juiz.



A prefeitura tem um prazo para realizar concurso público destinado ao preenchimento das vagas e formação de cadastro de reserva dos cargos efetivos que ficarão vagos. Ele terá 30 dias para realizar a contratação de uma empresa para a realização da seleção. O município de Pontal do Araguaia fica a 512 km ao sul de Cuiabá, na região de Barra do Garças.







Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 23 de Maio de 2017
Segunda, 22 de Maio de 2017
21:25
Loteria
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)