Cassilândia, Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

19/05/2020 15:00

Prefeito mantém decreto dos 21 dias de oração, mas quer conversar com a OAB

Leonardo Rocha, Campo Grande News

 

O prefeito de Ladário, Iranil de Lima Soares (PSDB), manteve em vigor o decreto que convoca os moradores da cidade para 21 dias de oração e 1 de jejum, contra a pandemia do coronavírus. Ele vai se reunir com a OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) para discutir a legalidade do documento.

Segundo a assessoria da prefeitura, não existe intenção de revogar o decreto, mas que vai buscar uma reunião para conversar com os representantes da OAB. O objetivo é esclarecer que pontos da peça são considerados inconstitucionais pela órgão, que já divulgou que irá entrar com uma ação direta de inconstitucionalidade.

A princípio o prefeito deve marcar uma reunião com representantes da OAB na unidade de Corumbá, para discutir o tema. O presidente da Ordem, Mansour Elias Karmouche, afirmou que o decreto é “totalmente inconstitucional”, já que segundo ele, a prefeitura não pode obrigar as pessoas a rezarem ou jejuarem. “Isto não é obrigação do município”.

Karmouche ponderou que a Constituição não prevê a possibilidade de decretos com esta finalidade. Ainda criticou que "essas invencionices tiram a credibilidade” da realização de medidas de prevenção e proteção a vidam, durante a pandemia de coronavírus.

Por meio da assessoria, a prefeitura alegou que o decreto “não é impositivo e não traz nenhuma ofensa a qualquer religião” e que a intenção foi pedir às pessoas que acreditam em Deus a orar pela cidade, nestes 21 dias.

O chefe do Executivo informou ainda que consultou a base aliada antes de baixar o decreto e que foram realizadas outras medidas contra pandemia, como ações de prevenção no comércio e feiras livres, assim como uso obrigatório de máscaras, toque de recolher, e regras para academias. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Outubro de 2020
Segunda, 26 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)