Cassilândia, Domingo, 20 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

10/08/2016 13:04

Prefeito investigado diz que vai provar a sua inocência

riscilla Peres e Viviane Oliveira, Campo Grande News

Acusado de 12 crimes que envolvem desvio de recursos públicos, o prefeito de Jaraguari - distante 44 km da Capital, Vagner Gomes Vilela (PDT) afirma que as denúncias da polícia civil são falsas e que "tudo será esclarecido". Ele foi alvo da Operação Meteoro desencadeada hoje.

Além de documentos, a polícia civil apreendeu duas armas de fogo, de calibre 38 e 22, na residência do pai e do sofro de Vagner. Ambos foram presos em flagrante,mas foram liberados após pagamento de fiança. Na residência dos vereadores investigados, foram encontradas munições.

Tentando demonstrar tranquilidade, o prefeito disse que acordou com a polícia na porta de sua casa. Após buscas, foram levados documentos relacionados a prefeitura. A Polícia Civil cumpriu 20 mandados de busca e apreensão nesta manhã.

"Fico surpreso com a operação e curioso por não saber o desfecho. Assim que liberarem a prefeitura, vou me reunir com o setor jurídico parar tomar conhecimento das acusações", afirma ele, ao relembrar que todos os documentos foram foram disponibilizado à polícia.

Sobre a suspeita de desvio estimada em R$ 8 milhões, ele afirma que "isso não existe". "É um absurdo. Nosso município é pequeno e o orçamento é de R$ 20 milhões, se andar pela cidade vai perceber que eu fiz benfeitorias".

Sobre as acusações de fraude na licitação de uma borracharia, que evoluiu o gasto anual de R$ 14 mil para R$ 170 mil, ele afirma que houve aumento na frota de veículos. "Quando eu assumi, a frota aumentou em 40 veículos, o que elevou os gastos com a borracharia", afirma Vagner.

Em relação as denúncias de lavagem de dinheiro e do recurso usado por seus familiares para a compra de gado, Vagner se defende dizendo que ambas as famílias sempre tiveram negócios com o segmento.

Ele ainda afirma, que usará documentos para provar sua inocência. Porém, falsificação de documentos é uma das situações investigadas pela polícia civil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Sábado, 19 de Setembro de 2020
Sexta, 18 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)