Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/05/2007 20:16

Prefeito é indiciado com 14 pessoas em Cassilândia

Paulo Fernandes/Campo Grande News

Acusados de participação no esquema de fraude, desvio de dinheiro público e agiotagem que funcionava na Prefeitura de Cassilândia, prefeito e vice afastados, respectivamente, José Donizete Ferreira de Freitas (PT) e Sebastião Pereira da Silva (PSB), o Tião da Marieta, serão indiciados pelo MPE (Ministério Público Estadual). Além deles, outros 13 servidores - incluindo o ex-secretário de Finanças, Waldimiro José Cotrim Moreira, também serão indiciados, conforme o promotor Fábio Goldfinger.

Segundo o delegado Paulo Rosseto, o esquema lesou a Prefeitura em pelo menos R$ 2 milhões. Do montante, R$ 997 mil foram recuperados pela Operação Judas – que investiga o esquema - e depositados numa conta à disposição da Justiça. Com base no inquérito Policial que possui 1.338 páginas (distribuídas em 8 volumes), Rosseto acredita que o desfalque possa ser ainda maior e chegar a R$ 4 milhões.

Além de prefeito e vice, afastados do cargo desde o mês passado, a lista de futuros indiciados tem ainda Ana Regina Arantes, Ivete Vargas da Rocha, Jorge Yoshishilo Kobayashi, Orange Rezende e Silva, Luceni Quintina Corrêa, José Benedito Dias, Ronilda Ribeiro Machado, Roniclei Alves de Queiroz, Aleuto Teixeira Lata, Elciomar Paulo de Menezes, André Vidal Saeki Raizer e Eugênio Luiz Azambuja.

Para o promotor, ainda não é possível concluir que foi mentor intelectual das fraudes e nem há quanto tempo o esquema vem sendo feito. Ações cíveis e criminais contra os envolvidos serão apresentadas à Justiça da Comarca na próxima semana, conforme o site Cassilândia Jornal.

Participações– Ainda conforme o MPE, depoimentos comprovam que o prefeito Donizete Freitas conhecia e participava do esquema de emissões de notas fiscais frias, assim como o vice e o ex-secretário de finanças.

“Há indícios, fatos, documentos de que houve o desvio de dinheiro público, através da emissão de notas fiscais frias, sem que os produtos discriminados fossem entregues à Prefeitura”, disse Goldfinger. As investigações também apontam que vereadores participavam do esquema.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)