Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/04/2016 21:11

Prefeito é condenado pelo TCE e terá que devolver R$ 53 mil aos cofres públicos

Campo Grande News

O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul considerou irregular a contratação da empresa promotora de eventos para organização e realização do 1ª Festival Gospel, realizado em Anastácio, distante 135 km de Campo Grande, nos dias 30 e 31 de agosto de 2013 e determinou que o prefeito, Douglas de Melo Figueiredo (PDT) devolva o valor de mais de R$ 53 mil aos cofres públicos.

Conforme a publicação no Diário Oficial desta segunda-feira (4), foi analisado a contratação da empresa e concluiu que se trata de emprego de recursos públicos para promoção de evento religioso, demonstrando a preferência do prefeito por determinada crença, conduta que se contrapõe aos princípios constitucionais que norteiam a administração pública.

Figueiredo apresentou a justifica afirmando que realizou o evento incentivando a valorização e a difusão das manifestações culturais que levam lazer e cultura à população local e não possuem o objetivo de favorecer um ou outro, mas sim todos os moradores de Anastácio e região.

Ainda conforme o prefeito, durante o 1ª Festival Gospel, o comércio e o turismo foi incentivado e que entende que o Brasil é oficialmente um Estado laico e que não promoveu nenhuma religião durante a realização do evento.

Porém, o jurista Daniel Sarmento, alegou que ficou explícito o cunho religioso do prefeito e que a contratação do evento foi inconstitucional. Com isso, ficou determinado que Figueiredo tem que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 53.730, além de multa de 230 UFERMS, que correspondente a 10% do prejuízo causado ao erário.

O prazo para devolução do montante é de 60 dias sob pena de cobrança executiva judicial.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)