Cassilândia, Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

Últimas Notícias

15/07/2017 10:40

Preços dos produtos do café da manhã sobem o dobro da inflação na Capital

Campo Grande News

Já no início do dia, o campo-grandense sente no bolso o gosto amargo da alta dos preços. Em um ano, os produtos do café da manhã encareceram, em média, 7,76%, mais que o dobro da inflação acumulada no período na Capital, de 3,19%. Por item, a alta chega a 54%. Os números são do Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas), da Uniderp.

O levantamento considerou variações de preços de 115 produtos de diversas marcas entre junho de 2016 e igual mês deste ano. Na relação, há café, pão, leite, chocolate, iogurte, suco, manteiga, margarina, preparo para bolo, cappuccino, cereal, entre outros alimentos.

Dos itens pesquisados, 73 (63% do total) encareceram. O aumento mais expressivo é de 54,3% e se refere ao leite fermentado Chamyto Nestlé (seis unidades): em junho do ano passado, custava R$ 4,42 e, no mesmo mês de 2017, R$ 6,82. Com essa diferença, o consumidor poderia adquirir, em 2016, três desse produto pagando R$ 13,26, valor pouco acima dos R$ 12,62 necessários na compra de dois itens neste ano.

Depois da inflação desse produto, as altas mais expressivas foram do café a vácuo Mellita, de 500 gramas (45,45%, de R$ 9,79 para R$ 14,24), do leite em pó desnatado Molico (44,01%, de R$ 17,77 para R$ 25,99), da manteiga Aviação de 200 gramas (43,69%, de R$ 8,62 para R$ 12,81), do leite em pó Ninho Fase 1 de 400 gramas (43,38%, de R$ 13,00 paras R$ 18,64), do cereal Kellogg's Corn Flakes (38,81%, de R$ 7,59 para R$ 10,54).

Quedas – Entre os itens que contabilizaram deflações, as quedas mais acentuadas foram apresentadas pela mortadela Sadia Sadilar (-59,83%, de R$ 23,15 para R$ 9,30), bolo Dr. Oetker (-27,80%, de R$ 8,23 para R$ 5,94), leite longa vida desnatado Batavo (-24,01%, de R$ 4,29 para R$ 3,79), leite longa vida integral Elegê (-18,30%, de R$ 3,99 para R$ 3,26) e bolo Renata sabores (-18,29%, de R$ 3,87 para R$ 3,16).

Consumo – A alta dos preços pode ser segurada pela substituição do consumidor de itens caros pelos mais baratos, comportamento próprio de época de economia fraca. “Os preços desses produtos tendem a cair mais, pois, o consumo diminuiu muito nos supermercados, o que provocou uma deflação neste mês de junho em Campo Grande”, afirmou o coordenador do Nepes, Celso Correia de Souza. “Portanto, a esperança é de que o café da manhã fique mais em conta nos próximos meses”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 21 de Julho de 2017
Quinta, 20 de Julho de 2017
10:07
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Quarta, 19 de Julho de 2017
20:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)