Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/11/2009 10:36

Preço mais baixo aumenta número de casamentos

Isabela Vieira, Agência Brasil

Eventos patrocinados por prefeituras, igrejas ou com os custos divididos entre os noivos são responsáveis por elevar o número de casamentos no país. A queda no custo dos casamentos por meio de uniões coletivas, que refletem melhorias no acesso aos serviços de Justiça, faz com que mais casais formalizem suas uniões.

A constatação é da pesquisa Estatísticas do Registro Civil, divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IIBGE), que apresenta dados de casamentos realizados no país entre os anos de 1998 e 2008.

No período, o destaque é o número de casamentos entre 2003 e 2008, que chegou a 6,7 uniões por grupo de mil brasileiros. No ano passado, foram 959,9 mil casamentos, a maioria de mulheres de 20 a 24 anos e de homens de 25 a 29 anos.

A pesquisa chama a atenção para a proporção de mulheres divorciadas que se uniram a homens solteiros – que subiu de 2,1% para 4,1% - em relação ao casamento de homens divorciados com mulheres solteiras, que passou de 4,6% para 7,4%.


O estado do Rio apresenta a maior frequência de mulheres divorciadas com homens solteiros: 5,4% do total. Por outro lado, tem a menor proporção de casamentos entre solteiros. No Distrito Federal, 10,1% dos casamentos eram de homens divorciados com mulheres solteiras, o maior índice do país.

As taxas mais elevadas de casamentos por cada mil habitantes foram registradas no Acre e no Espírito Santo, 12% e 9,6% respectivamente, enquanto o Pará (4,4%) e o Rio Grande do Sul (4,5%) registram as menores.

A pesquisa também revela que no ano passado foram feitas 98, 2 mil separações sem recursos nos tabelionatos. A taxa de divórcio (o total de divórcios por grupo de mil) atingiu 1,5% no ano. Nesse tipo de separação, 88,7% das mulheres ficaram com a guarda dos filhos.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)