Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/11/2004 13:12

Preço do bezerro deve subir em 2005

Famasul Notícias

A safra de bezerros que entrará no mercado em 2005 promete ser um indicativo de como anda a pecuária de corte. Com seu pico de comercialização entre março e abril, o valor dos animais recém-desmamados ajudará a responder dúvidas que pairam sobre o mercado, poderá se ter uma idéia do efeito do abate de fêmeas, que se agravou nos últimos dois anos, mensurar a quantidade de produtores de bezerros que saíram da atividade, sentir o impacto que o avanço da agricultura causou sobre as áreas de pastagem; e até, identificar se o fim do ciclo de baixa irá se inverter em 2005.

Maurício Cardoso Tonhá, proprietário da Estância Bahia, empresa que realiza remates em todo o Mato Grosso, acredita em virada de ciclo. "Muitos produtores de bezerros saíram do mercado, principalmente os arrendatários. A oferta deverá cair cerca de 10% em 2005. O mercado será crescente, a preços reais. Entre fevereiro e março o bezerro estará valendo R$ 500 em São Paulo e R$ 400 no Mato Grosso", afirma.

Adriano Barbosa, leiloeiro que trabalha no Centro Oeste, defende a teoria de que o atraso das chuvas empurrou a entressafra para dezembro e janeiro. "Se a arroba se estagnar em R$ 65,00, um bezerro poderá valer 8 arrobas de boi em São Paulo, o que significa um animal de R$ 520,00, o que não é nenhum absurdo". Barbosa diz que as pastagens só se consolidarão de 30 a 40 dias. "As primeiras chuvas que caíram foram insuficientes e só prejudicaram os animais, que sofrem com a brota nova", completa.

"Não vejo ninguém entourando novilhas", diz Anderson Lima, condutor de remates em Goiás. "A atividade de cria deu uma boa enxugada. Acredito na alta dos bezerros, mas esta alta está atrelada ao boi gordo. Se a arroba não reagir, o bezerro não sobe".

O analista da Scot Consultoria, Fabiano Tito Rosa, não acredita em explosão de preços no ano que vem, mas não haverá desvalorização dos animais de reposição. "A cotação dos bezerros deverá acompanhar a inflação. Os preços devem subir mesmo só em 2006. No próximo ano o abate de fêmeas ainda deve continuar elevado". O analista acredita que em março e abril o bezerro atinja R$ 400 em São Paulo.

"O ciclo de baixa deve acabar este ano. Mas os ciclos estão ficando descaracterizados, com o avanço da tecnologia e a diminuição da taxa de abate", afirma Geide Figueiredo Jr., da FNP Consultoria. O consultor acredita que pecuaristas que se aventuraram com a soja e perderam dinheiro deverão apostar mais na pecuária, reforçando a procura pelo gado magro. Figueiredo acredita que o bezerro que está valendo R$ 360 em São Paulo, irá valer R$ 380 até o final do ano, atingindo R$ 400 em janeiro, com tendência de alta.

"Não acredito mais na existência do ciclo pecuário", diz Alcion Figueiredo, pecuarista em Três Lagoas, MS, membro da Câmara do Boi Gordo da BM&F e operador da mesa de mercados agrícolas do Banco Indusval. Para ele deverá haver diminuição da oferta de bezerros em 2005. "O diferencial de preços entre o valor da arroba do boi gordo e da vaca chegou a 22% em alguns momentos, o que denota uma grande oferta de vacas para o abate, pois o normal gira em torno de 10%. O valor do bezerro será impactado por duas variáveis, menor oferta e pela cotação do boi gordo", analisa Alcion Figueiredo.

Autor:
Beef Point

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)