Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/07/2005 13:07

Preço do arroz está 17% abaixo do custo

Fernanda Mathias / Campo Grande News
David MajellaDavid Majella

O preço da saca do arroz opera com perda e 17% em relação aos custos de produção em Mato Grosso do Sul. O preço pago no mercado varia de R$ 24,00 a R$ 25,00 por saca de 60 quilos, dependendo da localização da fazenda, quando o custo de produção é de R$ 29,00, segundo o presidente da Associação dos Produtores de Arroz e Irrigantes de Mato Grosso do Sul, Roberto Coelho. “Quem produziu cem sacas está tendo prejuízo de R$ 500,00”, afirma.
A situação se arrasta desde fevereiro, quando o setor tenta negociar através da Câmara Setorial, ligada ao Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária, a compra de 1,5 milhão de toneladas pelo governo federal, de forma a enxugar a oferta.
Hoje o País tem um excedente de 2 milhões de toneladas do grão, o que equivale a 17% do consumo doméstico. Além disso, outros 1 milhão de tonelada do grão são importados da Argentina e Uruguai, pelo tratado do Mercosul em que o País deve absorver esse excedente de produção.
“O governo prometeu adquirir 1,5 milhão de toneladas de arroz, mas o que está emperrando que o Ministério da Fazenda não libera os recursos para adquirir o estoque regulador”, diz Coelho. Outro ponto ainda não acertado é que o setor produtivo pede R$ 25,00 por saca de 50 quilos e o governo oferece R$ 23,00.
Coelho ressalta que a medida em que os produtores não avançam na melhoria dos preços também se compromete o plantio da próxima safra, uma vez que não consegue pagar o financiamento da safra passada para conseguir crédito junto às empresas. A área plantada com arroz irrigado em Mato Grosso do Sul este ano foi de 30 mil hectares.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)