Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/01/2010 06:53

Preço do álcool sobe em 20 estados e uso da gasolina fica mais vantajoso

Danilo Macedo, Agência Brasil

Brasília - Nos últimos meses, o preço do etanol vem subindo em percentuais bem maiores que o da gasolina. Por conta desse aumento, abastecer com gasolina já é mais vantajoso para os proprietários de carros flex em 19 estados e no Distrito Federal, com base nos preços pesquisados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em todo o Brasil na última semana, do dia 27 de dezembro a 2 de janeiro. No fim de outubro, em apenas 10 estados não era vantagem encher o tanque com etanol.

Segundo o representante da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) em Ribeirão Preto, Sérgio Prado, o preço do etanol estava defasado no primeiro semestre de 2009. Com o recorde de vendas de carros flex, que representaram 90% dos automóveis novos comprados, os preços se recuperaram e o equilíbrio entre oferta e demanda foi alcançado em junho. “ No segundo semestre começou um desajuste. Ali o mercado começou a sentir em função da falta da oferta normal”, afirmou.

Segundo Prado, o excesso de chuvas no período de colheitas fez com que as máquinas ficassem paradas cerca de 20 dias a mais do que o normal, além de piorar a qualidade da cana, que tinha menos sacarose e contribuiu para reduzir a produção de etanol em 1,8 bilhão de litros. Essa quantidade é equivalente ao consumo nacional de um mês.

Um novo equilíbrio entre a oferta e a demanda do produto deve ocorrer somente a partir de março. “Conversei com representantes de várias usinas de São Paulo, que é o maior produtor, e a maioria me falou que começará a colher em meados de março, um mês antes da data normal”, disse Prado. Segundo ele, essa antecipação se dará porque nessa época já haverá cana para colher e as usinas querem evitar algo que nunca tinha acontecido na região: o fim da colheita com cana-de-açúcar ainda na lavoura.

Levando em consideração apenas os últimos cinco meses, o aumento do preço do etanol nas bombas foi de 21%. Atualmente, apenas em sete estados é vantajoso abastecer o carro flex com etanol: na Bahia, em Goiás, Mato Grosso, no Paraná, em Pernambuco, São Paulo e no Tocantins. Como o veículo flex com álcool tem 30% menos autonomia (volume gasto para percorrer a mesma distância), para o seu uso ser vantajoso o consumidor deve pagar por ele pelo menos 30% menos do que o preço da gasolina.

De acordo com a pesquisa da ANP, o estado de Mato Grosso tem o etanol mais barato, custando, em média, R$ 1,60. Roraima oferece o combustível mais caro, a R$ 2,15. Em São Paulo, maior estado consumidor, o valor médio é de R$ 1,67.

Edição: Graça Adjuto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)