Cassilândia, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

28/09/2006 16:39

Preço da arroba sobe, mas pecuarista não recupera perdas

Famasul News

Depois de quase doze meses dos focos de febre aftosa em Mato Grosso do Sul, essa é a primeira vez que a arroba do boi volta a subir. Desde julho, o preço vem se recuperando, impulsionados pela redução da oferta.

“O ideal seria que a arroba chegasse aos R$ 70 ou R$ 75, aí sim o produtor recuperaria o preço e teria alguma rentabilidade depois desse quase um ano amargando prejuízos”, analisa o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Ademar Silva Júnior.

Hoje, o valor da arroba em Mato Grosso do Sul varia entre R$ 59 e R$ 60, nas praças de Araçatuba (SP), a média é de R$ 62. Conforme a consultora econômica da entidade, Adriana Mascarenhas, o mercado futuro indica aumento nos próximos 30 dias.

O preço da carne in natura exportada também aumentou. “Alguns fatores como o crescimento da demanda mundial, diminuição da produção de carne bovina na União Européia, diminuição da demanda por carne frango contribuíram para o aumento da carne exportada”, explica a economista.

Sanidade

A sanidade animal é a principal preocupação da FAMASUL, conforme informou o presidente da entidade. Em sua análise, o quadro poderia estar melhor para os pecuaristas. “O Estado precisa se envolver com seriedade nas discussões e ter menos superficialidade”, critica.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)