Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

Últimas Notícias

17/08/2004 09:14

Pós-graduados podem vir a ter habilitação de Economista

Agência Câmara

O trabalho prioritário na macroeconomia continua sendo o controle da inflação. É assim no Brasil e em todo o mundo. A afirmação é da deputada Yeda Crusius (PSDB-RS), autora do Projeto de Lei 7166/02, que altera a lei sobre a profissão de Economista, que comemorou seu dia na última sexta-feira (13). Atuam hoje, no Brasil, cerca de 70 mil economistas.

Pós-graduação
O projeto da deputada Yeda Crusius reformula e atualiza a Lei do Economista, que em 13 de agosto comemorou 30 anos de vigência. A deputada lembra que tem diminuído o número de estudantes dos cursos de graduação em economia e aumentado o interesse por pós-graduação na área. Por isso, ela propõe que os doutores em Economia e os pós-graduados “stricto sensu” com formação específica, mesmo sem graduação em Economia, estejam habilitados ao exercício da profissão.

Facilidades para o cidadão
A parlamentar assinala que o povo brasileiro, depois de muitos planos de estabilização da economia, baixados por diferentes governos nas últimas décadas, passou a dominar as regras que regem o universo da macroeconomia. Limites fiscais e monetários, superávit primário, taxas de juros são hoje termos usados pelo cidadão comum e não somente pelos economistas.
A deputada ressalta que as baixas taxas da inflação permitem maior controle macroeconômico, além de facilitar a vida do cidadão. "No campo macroeconômico não há mais segredos. Aquilo que parecia fechado ao conhecimento do economista não o é mais. O que se faz em política macroeconômica, que é política fiscal, monetária e cambial, afeta a vida do cidadão. Sem inflação, é possível uma discussão muito maior do que nos tempos em que o País vivia em inflação".

Trâmite
O projeto já foi aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público e agora tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, sob a relatoria do deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ).

Reportagem - Allan Pimentel
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Março de 2017
21:53
Cassilândia
20:41
Loteria
Terça, 21 de Março de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)