Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/08/2004 09:14

Pós-graduados podem vir a ter habilitação de Economista

Agência Câmara

O trabalho prioritário na macroeconomia continua sendo o controle da inflação. É assim no Brasil e em todo o mundo. A afirmação é da deputada Yeda Crusius (PSDB-RS), autora do Projeto de Lei 7166/02, que altera a lei sobre a profissão de Economista, que comemorou seu dia na última sexta-feira (13). Atuam hoje, no Brasil, cerca de 70 mil economistas.

Pós-graduação
O projeto da deputada Yeda Crusius reformula e atualiza a Lei do Economista, que em 13 de agosto comemorou 30 anos de vigência. A deputada lembra que tem diminuído o número de estudantes dos cursos de graduação em economia e aumentado o interesse por pós-graduação na área. Por isso, ela propõe que os doutores em Economia e os pós-graduados “stricto sensu” com formação específica, mesmo sem graduação em Economia, estejam habilitados ao exercício da profissão.

Facilidades para o cidadão
A parlamentar assinala que o povo brasileiro, depois de muitos planos de estabilização da economia, baixados por diferentes governos nas últimas décadas, passou a dominar as regras que regem o universo da macroeconomia. Limites fiscais e monetários, superávit primário, taxas de juros são hoje termos usados pelo cidadão comum e não somente pelos economistas.
A deputada ressalta que as baixas taxas da inflação permitem maior controle macroeconômico, além de facilitar a vida do cidadão. "No campo macroeconômico não há mais segredos. Aquilo que parecia fechado ao conhecimento do economista não o é mais. O que se faz em política macroeconômica, que é política fiscal, monetária e cambial, afeta a vida do cidadão. Sem inflação, é possível uma discussão muito maior do que nos tempos em que o País vivia em inflação".

Trâmite
O projeto já foi aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público e agora tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, sob a relatoria do deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ).

Reportagem - Allan Pimentel
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)