Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/06/2006 10:31

Portaria dá 120 dias para padarias venderem pão por kg

Fernanda Mathias e Aline Queiroz / Campo Grande News

Foi publicada ontem no DOU (Diário Oficial da União) a portaria de nº 146 do Inmeto (Instituto Nacional de Metrologia), que dá 120 dias para que panificadoras comercializem o pão francês por quilo e não mais por unidade. Alguns estabelecimentos já se adequaram e há outros que mesmo sabendo que a mudança viria preferiram esperar com receio da aceitação do público não ser boa.

Sócio-proprietário da Pão Bento, Fernando Figueiredo, afirma que há 3 anos o estabelecimento já adota a venda por quilo e acredita que seja a forma mais interessante para que o consumidor e o próprio empresário não saiam perdendo.

Isso, afirma, porque na venda por unidade o pão precisa ter no mínimo 50 gramas, mas algumas vezes o produto sai menor e em outras com peso maior. “Quando mudamos fomos o primeiro a implantar o sistema por peso em Campo Grande. No começo a gente explicava ao cliente que estaria pagando um preço mais justo e a aceitação foi boa”, diz.

O proprietário da Monte Líbano, Hélio Carlos Nantes, disse que a mudança tem dois aspectos: um bom e outro ruim. “Será melhor porque vou deixar de tomar prejuízo, porque faço pão maior que 50 gramas para não correr risco de fazer menor”, afirma. Porém, acredita, a aceitação da clientela pode ser baixa porque o tempo de atendimento deve aumentar, com a necessidade da pesagem.

“O cliente é muito exigente e não suporta esperar”, afirma. Ele diz que está preparado para mudar de imediato, por ter balanças e atendentes suficientes. Diz que ainda não o fez porque até então não havia determinação e que chegou a fazer um teste vendendo a peso, mas os clientes reclamaram da demora. O preço do pão é livre, mas considerando que a unidade no atual sistema tem de ter 50 gramas, o quilo deve equivaler nesta lógica ao custo de 20 pães franceses.

A portaria determina que o estabelecimento indique o preço a ser pago pelo quilograma do pão francês, ou de sal em letras graúdas, de pelo menos 5 centímetros de altura. O cartaz deve ser afixado próximo ao balcão de venda e em local de fácil visualização pelo consumidor.

Também são especificadas as características da balança para ser usada na medição do pão. Deve ter pelo menos menor divisão igual ou menor a 5 gramas e indicação de massa medida (peso) e do preço a pagar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)