Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/09/2011 13:39

Portal unirá alunos e professores do Mercosul

Secom

Portal unirá alunos e professores do Mercosul Info Em Questão do diaAtribuições Em Questão Bibliografia Portal unirá alunos e professores do Mercosulpor Secom em 09/09/2011 20:33hs

Crianças de áreas fronteiriças têm acesso à educação bilíngue/ Foto: Wanderley Pessoa (MEC) Além de difundir documentos oficiais e oferecer banco de dados sobre ensino, internet será ferramenta de reunião de técnicos e professores

O Setor Educacional do Mercosul (SEM) lançou, na quinta-feira (8), o portal Mercosul Educacional, para aumentar a comunicação, difundir conhecimento, informação e integrar o trabalho no âmbito do SEM. O conteúdo foi planejando para atender tanto o público externo, quanto os participantes da entidade; e pode ser acessado em português, espanhol e inglês. O instrumento faz parte do plano estratégico para o período de 2011 a 2015, aprovado no primeiro trimestre deste ano.

De acordo com o documento, também disponível no portal, a internet deve ser usada como ambiente de trabalho virtual dos grupos e comissões do SEM.

Uma das ferramentas disponíveis no sítio para uso dos educadores é Banco de Dados Terminológicos sobre Educação, cujo desenvolvimento também estava entre as prioridades do plano. Outro serviço oferecido é um banco de práticas e de políticas públicas praticadas nos países membros do Mercosul, com o objetivo de difundir soluções encontradas para problemas comuns.

Setor Educacional do Mercosul – O sítio é gerenciado pelo Comitê Gestor do Sistema de Informação e Comunicação (CGSIC), composto por representantes dos países membros e associados do Mercosul, que produz e administra as informações do Setor Educacional de acordo com as necessidades de suas instâncias. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) produziu e hospeda a página.

Além de notícias sobre as atividades do grupo e dos órgãos superiores de educação dos países do Mercosul, o sítio oferece acesso a documentos, publicações e fóruns de discussão.

O Setor Educacional tem a missão de propiciar um espaço comum, por meio da coordenação de políticas que articulem a educação com o processo de integração do bloco, estimulando a mobilidade, o intercâmbio e a formação de uma identidade e cidadania regionais.

Projeto Escolas de Fronteira amplia integração

O Projeto Escolas Bilíngues de Fronteira é uma das prioridades do Plano de Ação do Setor Setor Educacional do Mercosul (SEM) e deve ser ampliado segundo a capacidade dos governos locais. A educação bilíngue no ensino fundamental de escolas públicas é vista pelos países membros como fundamental na integração.

Inicialmente, em 2005, o projeto envolvia as escolas na região de fronteira do Brasil com a Argentina, mas está sendo ampliado para Uruguai, Paraguai e, também, na Venezuela.

No Escolas de Fronteira, estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental têm aula, uma vez por semana, com professores do país vizinho. Os alunos ficam na escola e os professores atravessam a fronteira para dar aula. O intercâmbio de escolas dos cinco países tem os objetivos de estreitar laços educacionais e culturais e desenvolver uma consciência favorável à integração regional.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)