Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/12/2014 07:00

Por onde anda a dona da canção que lançou Luan Santana como Gurizinho há 9 anos?

Paula Maciulevicius, Campo Grande News
Por onde anda a dona da canção que lançou Luan Santana como Gurizinho há 9 anos?

 

Nascida em Aquidauana, foi ela quem fez e emprestou o sucesso Falando Sério. (Foto: Arquivo Pessoal)
Nascida em Aquidauana, foi ela quem fez e emprestou o sucesso "Falando Sério". (Foto: Arquivo Pessoal)
Compositora, cantora e primeira empresária de Luan Santana, Elizandra Santos hoje vive em Brasília. Nascida em Aquidauana, foi ela quem fez e emprestou o sucesso "Falando Sério" ao então "Gurizinho de Jaraguari". O que aqui virou 'hit', depois de uma gravação de fundo de quintal, tornou o menino conhecido em todo o Estado e já ganhou até versão internacional.

 

Por telefone, Elizandra conversou com o Lado B para falar da própria carreira, da contribuição ao sertanejo e de como é ser responsável pelo pontapé inicial da carreira de Luan, hoje um dos maiores nomes da música do País.

Aos 39 anos, Elizandra explica que sempre foi cantora, nasceu em um berço musical. O pai, conhecido artisticamente como Baronito, gravou mais de 12 LP's. "Eu comecei a compor quando tinha 14 anos, a minha primeira música chamava lençóis e foi gravada pelo Edson, do grupo Zíngaro", lembra. Feita na década de 90, só no início dos anos 2000 a gravação aconteceu.


De sucessos dela gravados, Elizandra já contabiliza mais de 300 obras pelo sertanejo. A inspiração, explica, vem do romantismo e de Deus mesmo. "Eu não tenho técnica nenhuma para escrever não. É sentimento mesmo", garante. Suas primeiras composições viraram cinco faixas do CD de Marco Aurélio e Paulo Sérgio, em 2005, dupla que contribui para o surgimento do sertanejo universitário.

Sobre o sucesso como compositora, Elizandra diz que nunca almejou nada assim e que sempre cantou por gostar de música. "Nunca pensei em ser uma grande compositora, eu gosto de escrever e para mim, o maior prazer é ouvir meus amigos cantando ou ouvir no rádio e ver a transformação de uma música minha", exemplifica.

"Falando Sério" - O grande sucesso da carreira, não dá para negar, foi a canção gravada por Luan Santana e posteriormente, por João Bosco e Vinícius. "Ela tem mais de 15 regravações, por último regravada pelo John Kip", conta. O brasileiro, que sempre cantou em inglês, transformou "Falando Sério" na canção "Silly Games". "Ele fez e está fazendo o maior sucesso", reproduz Elizandra.

A música, segundo a compositora, foi escrita na rua, enquanto Elizandra estava no carro, no trânsito. Na mesma época, ela conheceu Luan Santana ainda pequenino, mas de cara diz que reconheceu o talento do gurizinho. "Ele cantava muito bem. Tinha o Cacá, um amigo nosso em comum, que falou que ele tinha um menino que se cantasse as minhas músicas, ia ficar lindo demais. Ele me levou até a casa do Luan, a gente se conheceu e foi amor à primeira vista", recorda. O cantor tinha 14 anos na época.

Assim como ela diz ter amado o menino, o sentimento dele correspondeu ao da compositora. "Ele amou minhas músicas como eu amei ele como artista e aí nasceu a parceria. Eu passei a música para ele e mais três para a gravação que a gente tinha combinado", conta.


A gravação foi bem simples, de fundo de quintal mesmo com Elizandra, um outro amigo no violão e Luan, em 2007. "Era só um ensaio e a gente gravou. Um outro amigo jogou na internet e foi o maior sucesso", diz. A ideia de lançar o que Luan tinha achado um fracasso de gravação, acabou compartilhada por milhares na internet e na época, quem não se lembra do "Gurizinho de Jaraguari". Entre a meninada, o hit estava nos Ipod's e MP'3 da vida.

"Nós gravamos a música o Luan tinha entre 13 e 14 anos, foi um "MDzinho" de fundo de quintal. Na época, o pai dele não quis documentar nada e a gente não fez nenhum trabalho. Passados dois anos, o Luan foi com a mãe dele no escritório, pedindo para que eu iniciasse a carreira dele", descreve.

Luan x João Bosco e Vinícius - Elizandra conta que neste meio tempo, dos dois anos entre a gravação e a aparição de Luan no escritório, a dupla João Bosco e Vinícius também gravou a canção. "Foi com o João Bosco e Vinícius que ela estourou pelo País, a gente fechou um acordo para incluir ela no CD, foi até um encaixe que a gente fez e assim que acertamos, em seguida o Luan apareceu. Mesmo assim, eu fiz de tudo para que ele também pudesse cantar", lembra.

Há seis anos, Elizandra tem contrato exclusivo com a Editora Pantanal, de Teófilo Teló. Na época, sustenta que pediu liberação e Falando Sério para que Luan pudesse gravar e conseguiu. "Na realidade é a música para a história dele. A gente pisou no palco pela primeira vez com ela".

Ao Lado B, Elizandra diz que não tem como estimar na voz de quem veio o sucesso. Primeiro ela pontua que a gravação de Luan foi uma "gravaçãozinha de fundo de quintal" e que quem apostou na música "a nível Brasil, foi João Bosco e Vinícius", classifica. "Eu não tenho como estimar para você. Aí do Estado, todo mundo lembra do Luan, outros do João Bosco e Vinícius", completa.


Empresária de Luan - Elizandra foi mais do que empresária. "Produtora, professora de artes cênicas, back vocal, fiz papel de jornalista, de tudo, para que ele conseguisse falar bem. Era o início de tudo", conta. Os primeiros anos de carreira do Gurizinho tiveram todo respaldo e trabalho dela, inclusive, o primeiro show, marcado para Bela Vista.

Hoje, sem mágoa alguma, ela fala que o artista precisava de pessoas que pudessem investir para chegar onde ele está. "Tudo aconteceu de maneira certinha, foi tudo tranquilo", assegura.

A música "Falando Sério" está liberada, não só para Luan, mas para quem quiser regravar, basta entrar em contato com a compositora. "Teve muita gente gravando ela, tem em forró, pancadão, aqueles som de carro, sabe? Em rock também. Só no Estado foram umas quatro ou cinco duplas que fizeram", relata Elizandra.

O lançamento mais recente da compositora foi a música "Sempre Assim", gravada por Jads e Jadson com a participação de Fred e Gustavo. "Mas tem muita coisa saindo do Goiás também", afirma.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)