Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

10/06/2015 06:31

Por mais competitividade, Reinaldo cobra pressa em concessões

Lidiane Kober, Campo Grande News
Governador foi à Brasília participar do ato de lançamento do Programa de Investimento em Logística .Governador foi à Brasília participar do ato de lançamento do Programa de Investimento em Logística .

Presente no ato de lançamento do Programa de Investimento em Logística (PIL), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) prevê mais competitividade a Mato Grosso do Sul com a chegada de ferrovia a Três Lagoas e com a privatização de mais duas rodovias. Ele, porém, frisou que o “país tem pressa” e apelou para os projetos saírem logo do papel.

“O Brasil tem aumentado a produção, mas a gente perde em competitividade por causa de gargalos na logística, por isso, o país tem pressa para esses importantes eixos de ligação saírem logo do papel”, ressaltou o governador.

Na primeira fase do PIL, anunciada em agosto de 2012, havia a previsão de investimentos de R$ 133 bilhões apenas em rodovias e ferrovias. Entretanto, dos nove trechos de estradas, apenas seis foram leiloados, entre eles a BR-163. Dos projetos de ferrovias, nenhum saiu do papel.

Nesta terça-feira (9), o Governo Federal informou previsão de investimentos de R$ 198,4 bilhões nos próximos anos na nova fase do PIL, que vai privatizar aeroportos, rodovias, ferrovias e portos.

Para Reinaldo, dessa vez os projetos serão efetivados. “A fala dos dois ministros e da presidenta (Dilma Rousseff) é muito clara no sentido de priorizar investimentos em logística para dar competitividade ao transporte da nossa produção”, comentou Reinaldo.

Ele frisou ainda que o modelo das concessões e a possibilidade de empréstimos facilitados ajudará a atrair investimentos da iniciativa privada. “O governo oferecerá dois modelos de concessões. Acho que isso, somado ao apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), vai despertar o interesse de empresas, a gente torce para isso”, disse.

Em Mato Grosso do Sul, a iniciativa privada deve assumir 576 quilômetros das BRs 267 e 262. A previsão é começar a privatização em 2016. Os leilões abrangerão a BR-267 com 249 km, ligando Nova Alvorada do Sul a Presidente Epitácio, e a BR-262, com 327 km entre Campo Grande e Três Lagoas. A expectativa de investimentos é de R$ 4,5 bilhões.

“A notícia é positiva, pois essas duas BRs são eixos importantes de ligação com São Paulo”, analisou Reinaldo. Para ele, a iniciativa privada vai melhorar as vias e garantirá mais competitividade ao transporte da produção sul-mato-grossense.

Antes, no entanto, o governador adiantou que estão em execução projetos para recuperar trechos tanto da BR-262 quanto da BR-267, além de parte da BR-060. “Ontem, em conversa com o Giroto (assessor especial do Ministério dos Transportes), ele informou que está licitando para fazer a recuperação das vias”, contou Reinaldo. “A obra é urgente porque a situação está feia em alguns trechos e não dá para esperar a privatização”, emendou.

Já o anúncio da chegada da ferrovia Norte-Sul até Três Lagoas, renovou as esperanças do governador no sentido de a obra caminhar e seguir até o destino final, que é Porto Murtinho. “Pelo menos é o início, da outra vez foi anunciado mas não teve o lançamento, agora, é um avanço e espero que desencadeie os outros trechos”, comentou.

O trecho da Norte-Sul, que passa por Mato Grosso do Sul, é o segundo previsto e tem 895 quilômetros, que ligará Anápolis (GO), Estrela D'Oeste (SP) e Três Lagoas. O investimento estimado é R$ 4,9 bilhões, com o objetivo de, além de concluir o corredor Norte-Sul com o trecho sul da ferrovia, interligá-la com o polo agroindustrial de Três Lagoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)