Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Últimas Notícias

06/05/2019 08:20

Por ano cerca de 250 crianças são diagnosticadas com câncer no Hospital Regional

Correio do Estado

 

Cerca de 250 crianças são diagnosticadas com câncer e doenças hematológicas por ano, no Centro de Tratamento Onco Hematológico Infantil (CETOHI), instalado no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

O setor funciona desde maio de 2000 e atende crianças e adolescentes de 0 à 18 anos, portadores de doenças onco-hematológicas. Por mês, o hospital mantém uma média de 60 a 70 crianças em quimioterapia. Já as consultas ambulatoriais são 100 por semana.

Todos os tratamentos são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e o CETHOHI proporciona ainda atendimento especializado em doenças oncológicas e hematológicas não neoplásicas.

O serviço funciona em comunhão com a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC) e a Secretaria do Estado de Educação (SAD), proporcionando atendimento voluntário multidisciplinar, com apoio biopsicossocial, com atividades específicas das áreas da nutrição, enfermagem, fisioterapia, psicologia, assistência social e ludicopedagogia, que inclui a escolaridade formal.

De acordo com o Governo do Estado, por se tratar de situações complexas, a equipe do HRMS faz questão de praticar o atendimento humanizado, promovendo atividades lúdico-pedagógicas, brinquedoteca, atendendo também nos isolamentos e ambulatórios, visando a melhoria na qualidade de vida da crianças e adolescentes em regime hospitalar.

Na brinquedoteca ocorrem atividades livres com acompanhamento de uma supervisão dos voluntários e brinquedistas, atividades extremamente importantes nesses processos.

Os pacientes chegam até o serviço através de regulação de vagas, pelo Pronto Atendimento Médico (PAM), postos de saúde e ambulatório de oncologia pediátrica do Centro de Especialidades Médicas (CEM). Todos os pacientes e familiares recebem tratamento psicológico, o que possibilita através de uma escuta diferenciada a oportunidade de crescimento, fortalecimento e amadurecimento frente ao tratamento. A psico-oncologia pediátrica procura levar a seus pacientes, cuidadores, familiares e equipe de atendimento, o suporte necessário para o perpasse do tratamento e seus desfechos possíveis.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Maio de 2019
13:49
Costa Rica
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
05:03
Campeonato Brasileiro de Futebol
Sábado, 18 de Maio de 2019
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)