Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/06/2015 17:56

Por 8 votos a 4, TJ anula aposentadoria e barra Arroyo no Tribunal de Contas

Ângela Kempfer e Michel Faustino, Campo Grande News
Arroyo ainda como deputado, no plenário da Assembleia. (Foto: Arquivo)Arroyo ainda como deputado, no plenário da Assembleia. (Foto: Arquivo)

O ex-deputado Antônio Carlos Arroyo foi derrotado na tarde desta quarta-feira em julgamento no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Dos 15 desembargadores do órgão especial, 8 votaram pela anulação da aposentadoria de José Ricardo Cabral, fechando caminho para Arroyo ocupar a vaga no Tribunal de Contas do Estado.

Em novembro, Arroyo foi indicado pelo então governador André Puccinelli (PMDB) à cadeira do conselheiro deixada por Cabral. O ex-deputado do PR também teve o aval da Assembleia Legislativa, por unanimidade.

Mas 2 dias após a abertura da vaga, o TCE conseguiu liminar que anulou a aposentadoria de José Ricardo e comprometeu o sonho de Arroyo de ocupar um dos postos mais cobiçados entre os políticos do Estado.

O Tribunal de Contas argumentou que o processo de aposentadoria de Cabral não seguiu a tramitação correta, atropelando fases para que o conselheiro fosse aposentado antes do fim do mandato de André Puccinelli, que teria então o direito a nomear o novo conselheiro.

Derrotado, o relator do processo, o desembargador SideniSoncini Pimentel, apresentou parecer favorável à aposentadoria, baseado no fato dos conselheiros não terem legitimidade de anular o ato do Executivo. Ele sustentou ainda que Cabral havia atendido todos os critérios.

Agora, o processo de aposentadoria deve ser retomado e só depois de todas as fases cumpridas, Cabral poderá deixar o TCE. Então, caberá ao atual governador, Reinaldo Azambuja, indicar outro nome para a vaga.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)