Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/11/2005 17:33

Por 17 votos a 4, Assembléia arquiva projeto das usinas


Dezessete deputados votaram a favor, com quatro votos contra, do parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), contra a tramitação do Projeto de Lei 170/05, do Poder Executivo, que permite a instalação de agroindústrias de álcool e açúcar na Bacia do Alto Paraguai (BAP). Com a decisão, o presidente da Assembléia, Londres Machado (PL), determinou o arquivamento da proposta, sob aplausos dos ambientalistas presentes no Plenário Júlio Maia.

Votaram a favor do parecer da CCJR, elaborado por Roberto Orro (PDT), os deputados: Maurício Picarelli e Raul Freixes, do PTB; Pedro Kemp e Pedro Teruel, do PT; Ary Rigo, Onevan de Matos, Roberto Orro, Humberto Teixeira e Bela Barros; Ari Artuzi, Jerson Domingos, Pastor Barbosa e Akira Otsubo, do PMDB; Waldir Neves (PSDB), Antônio Carlos Arroyo (PL), Valdenir Machado (PRTB) e José Teixeira (PFL). Votaram contra o parecer os deputados Sérgio Assis (PSB), Loester Nunes (PDT) e Paulo Corrêa e Luizinho Tenório, do PL. Londres Machado, por ser presidente, só votaria em caso de desempate.

Favorável às usinas na Bacia do Alto Paraguai, Zé Teixeira disse que o Governo estadual não deveria mandar à Casa projeto inconstitucional, para constranger os prefeitos da região norte do Estado. Para Orro, a Constituição Federal e o Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) não permite o licenciamento de empreendimentos no Pantanal sem lei específica ou o zooneamento ecológico-econômico.

Para Neves, o parecer da CCJR foi brilhante. Ele ressaltou que, durante a audiência pública, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) confessou que não participou da elaboração do Projeto de Lei 170/05. Ele destacou que o fato da bancada governista votar contra o projeto mostra a "independência e autonomia do legislativo estadual".

Loester Nunes justificou o seu voto contra o parecer, porque defende as usinas como meio de gerar empregos e desenvolver a região norte de Mato Grosso do Sul. Tenório disse que o projeto não é inconstitucional, já que prevê as agroindústrias em locais que não prejudicarão o Pantanal sul-mato-grossense.


Agência de Notícias do Legislativo - ANL
Edivaldo Bitencourt

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)