Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/08/2004 11:29

População entrega mais de 52 mil armas em um mês

Juliana Andrade/ABr

A primeira destruição de armas de fogo entregues à Polícia Federal, dentro da Campanha Nacional de Desarmamento, ocorrerá num ato público, a ser realizado nos próximos dias. A informação é do chefe do Sistema Nacional de Armas da Polícia Federal (Sirnam), delegado Fernando Segóvia. Segundo ele, a idéia é fazer “um monumento à paz e à vida”, com o material resultante das armas destruídas.

Inicialmente, o governo federal esperava tirar de circulação 80 mil armas até o final do ano, mas, em cerca de um mês, a população já entregou mais de 52 mil armas, de acordo com Segóvia. Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional AM, o delegado afirmou que o estado de São Paulo continua liderando o ranking de devolução de armamento, com 9,7 mil armas entregues pela população à PF.

De acordo com Segóvia, o estado que mais tem superado as expectativas é Pernambuco, onde já foram entregues quase seis mil armas. “A gente tem se surpreendido com Pernambuco, que tem um contingente populacional muito menor, mas a entrega está sendo bem maior”, destacou.

Segundo o delegado, Roraima ocupa o último lugar no ranking, com 44 armas devolvidas. “A gente está entrando em contato com a Polícia Federal de lá para tentar massificar, espalhar mais a notícia sobre o desarmamento e tentar explicar mais à população qual o intuito disso”.

Todo o armamento entregue à PF será destruído pelo Comando do Exército. Quem devolver a arma será ressarcido com uma indenização que varia de R$ 100 a R$ 300. O valor máximo será pago a fuzis e alguns tipos de pistola. O governo tem prazo de 30 dias para depositar o dinheiro na conta corrente indicada pelo requerente.

No caso de arma que não possui registro ou porte regular, o proprietário interessado em entregá-la deve pedir previamente à Polícia Federal uma autorização de trânsito, que vale por um dia.

Os donos das armas não registradas terão que entregá-las ou registrá-las, submetendo-se às exigências legais, até 23 de dezembro. Caso contrário, após essa data, responderão criminalmente e poderão ser presos se forem pegos com a arma, já que o Estatuto do Desarmamento determina o porte ilegal como crime inafiançável.

O delegado garantiu que nenhum cidadão que entregar arma sem registro, até 23 de dezembro, será investigado. “Ele não vai responder pelo crime, nós não queremos saber quem é a pessoa que possui essa arma, nós simplesmente queremos essa arma para destruí-la. Depois de 23 de dezembro, aí sim ele vai ter que explicar à polícia que arma é essa, o que ele está fazendo com essa arma. A lei veio dura, é um crime inafiançável e o cidadão tem que realmente refletir se ele vai ficar do lado da lei ou contra a lei”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)