Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

16/04/2017 17:04

Ponte foi arrasadora contra o Palmeiras, diz site

FPF

Arrasadora. Assim foi a Ponte Preta para fazer 3 a 0 no Palmeiras e abrir vantagem na disputa por uma vaga na decisão do Paulistão Itaipava 2017. William Pottker, Lucca e Jeferson marcaram os gols da vitória campineira no estádio Moisés Lucarelli na tarde deste domingo. As equipes voltam a se enfrentar no sábado (22) no Allianaz Parque, às 19h, quando o Palmeiras precisará no mínimo devolver a mesma diferença para levar a decisão para os pênaltis.

Desde o primeiro minuto de jogo, o baixinho Clayson percebeu o enorme espaço entre meio de campo e defesa palmeirense. O camisa sete migrou da esquerda para a frente da área e, livre de marcação, chutou para boa defesa de Fernando Prass. Jadson obrigou Prass a defender novamente e, em novo rebote, Jeferson bateu e viu William Pottker desviar leve, no canto.

Se a inauguração do placar no primeiro minuto de partida já causara espanto, sete minutos depois a rede palmeirense balançou novamente. Clayson avançou na intermediária ofensiva e tocou para Pottker que, apertado pela marcação de Edu Dracena se livrou e com lindo passe deixou Lucca na cara do gol. O camisa 11 bateu consciente, tirando de Prass.

Em desvantagem no placar, o Palmeiras tentou pressionar o rival e esbarrou na defesa ponte-pretana. Borja teve dois chutes travados pelos zagueiros e passou perto de acertar cabeçada que levaria perigo a Aranha.

Quem levava perigo era Clayson. Em chute muito parecido com o do primeiro gol, o camisa sete assustou novamente Fernando Prass poucos minutos antes de iniciar a jogada do terceiro gol. Aos 33 minutos Clayson apareceu de novo na entrada da área e inverteu a jogada para Jeferson. Dentro da área o lateral dominou no peito e viu Zé Roberto escorregar. Livre, o camisa dois bateu por baixo de Prass para ampliar o inesperado placar.

Nos minutos finais o Palmeiras voltou a tentar diminuir o prejuízo, mas foi a vez de Jean e Guerra ter seus chutes bloqueados pela defesa de Campinas.

Eduardo Baptista tentou a reação deixando seu time mais brasileiro, com as entradas de Michel Bastos e Alecsandro nas vagas de Guerra e Borja, respectivamente. Porém, o time alviverde demonstrou a mesma apatia e falta de criatividade da primeira etapa.

A Ponte Preta, por sua vez, tratou de valorizar a posse de bola e investir nos contra ataques. Assim quase marcou aos 15, quando Clayson cruzou e viu Mina quase marcar contra; aos 19, quando Lucca não dominou cruzamento da direita que o deixaria livre, na frente de Prass; e aos 29, com bom chute de Elton defendido pelo goleiro palmeirense.

Nos minutos finais do jogo, com o Palmeiras buscando ao menos um gol e a Ponte tentanto ampliar a vantagem, o Majestoso voltou a viver momentos tensos em campo, mas o placar não foi alterado e o Palmeiras terá de fazer história, como fez a Ponte em casa neste domingo, para avançar à decisão do Paulistão Itaipava 2017.

Ponte Preta 3x0 Palmeiras

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas;
Data e hora: 16 de abril de 2017, às 16h;
Público: 12.843 (pagantes) 13.706 (total);
Renda: R$ 376.645,00;
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza;
Assistentes: Tatiane Saciloti dos Santos Camargo e Daniel Paulo Ziolli;
Quarto árbitro: José Roberto Marques;
Cartões amarelos: Jadson, Jeferson, Fernando Bob, Reynaldo (Ponte Preta); Thiago Santos, Borja, Mina (Palmeiras);
Gols: William Pottker 1’, Lucca 8’ e Jeferson 33’ do 1ºT;

Ponte Preta: Aranha; Jeferson, Marllon, Yago e Reynaldo; Elton, Fernando Bob e Jadson (Wendel); Lucca (Arthur), Clayson (Lins) e William Pottker.
Técnico: Gilson Kleina.

Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê e Guerra (Michel Bastos); Dudu, Willian (Roger Guedes) e Borja (Alecsandro).
Técnico: Eduardo Baptista.

 

Por Raoni David, site da Federação Paulista de Futebol

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)