Cassilândia, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

14/12/2014 18:47

Política e futebol espantam muita gente

Manoel Afonso

Sempre ouço os apelos da heroica crônica esportiva do Estado no sentido de que o futebol tenha apoio do Governo e da população de modo geral. Argumenta-se também que poucos cidadãos se dispõem a participar ativamente da diretoria dos clubes.

Claro que esse pessoal tem razão com esse vazio de coragem em segurar a bandeira desta ou daquela agremiação. Mas não se pode negar que essa recusa contínua em assumir compromissos deve ser respeitada pelos convidados. E eles, têm seus motivos.

Vejamos:

Pelo noticiário sabe-se das falcatruas do submundo do futebol nas equipes das duas principais séries do Brasileirão. São dirigentes levando vantagem, em associação com empresários e gente altamente suspeita. Lava-se dinheiro sujo em prejuízo aos clubes cada vez mais endividados. E quando o clima não cheira bem, a tendência natural que as pessoas competentes se afastem.

Na outra ponta está a política, cujo exercício está diretamente ligado ao nosso dia a dia e futuro. As pesquisas mostram que a cada novo escândalo é maior o número de pessoas que alegam não confiar na classe política de um modo geral. Evidente que a retração das pessoas que preencheriam os requisitos para representar a sociedade, acaba abrindo espaço aos elementos pouco qualificados.

Tal qual nos subterrâneos do futebol, a mídia vem denunciando escândalos sucessivos devido a corrupção na administração pública, que prejudicam os cofres da nação e comprometem a solução de velhos problemas ligados à saúde e segurança principalmente. É bom lembrar que a obrigatoriedade do voto continua devido ao temor pela reação do eleitor no sentido de simplesmente deixar de votar.

E aí vêm a pergunta inevitável:

Aquele profissional liberal ou empresário assoberbado de compromissos de toda ordem estará motivado para encontrar fôlego extra com o objetivo se dedicar ao futebol ou a política partidária? Ambos estão estigmatizados pelos motivos citados.

E convenhamos; se não é impossível, é no mínimo difícil.

Quem se habilita?

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)