Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

18/06/2013 13:40

Policias afirmam que “acordo” salarial não foi cumprido pelo governo estadual

Campo Grande News/ Leonardo Rocha

Representantes dos policias civil e militares estiveram na sessão de hoje na Assembleia Legislativa reclamando que o “acordo” feito pela classe com o governo estadual, ainda não foi cumprido. O deputado estadual Pedro Kemp (PT) foi à tribuna pedir explicações do executivo a respeito desta questão. De acordo com o petista, o projeto de lei aprovado na Casa e a “tabela” de recomendações “acordadas” entre as partes, ainda não foi “sancionado” e publicado pelo governo estadual.

O presidente da Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Alexandre Barbosa, destacou que o reajuste de 7% oferecido pelo executivo já foi incorporado as folhas salariais, no entanto o projeto e a tabela de reivindicações ainda não foram publicadas. “Temos que ter esta garantia, por isso estamos cobrando tanto os deputados como o governo”, ressaltou.

De acordo com Barbosa, a classe solicita a ampliação de número de vagas para promoção, o aumento de 50% para 80% o percentual de antiguidade, quando o policial tem promoção, e um adicional de alimentação superior aos R$ 100,00 pagos pelo executivo. “Fizemos este acordo durante a negociação e queremos que seja cumprido”, enfatizou ele.

Kemp destacou que a Assembleia deve fazer esta cobrança ao governo, já que participou de forma ativa das negociações, se comportando como “mediadora” do acordo. “Nossa credibilidade e palavra é que está em jogo”, frisou.

Agenda – O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), presidente da Casa de Leis, revelou que conversou com o governador André Puccinelli (PMDB) sobre a questão, que se comprometeu a marcar uma reunião ainda esta semana para conversar com os deputados e representantes das policias. Jerson ainda ressaltou que o governador somente não “sancionou” a lei por conta da agenda cheia. “Ele está resolvendo questões nacionais, como o conflito agrário”, explicou.

Sobre a publicação da tabela, o deputado argumentou que ele pediu para “segurar” a matéria para que haja uma discussão com o governador. “Eu fiz este pedido para que toda tabela acordada com a classe seja aprovada pelo executivo”, destacou ele.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)