Cassilândia, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

18/07/2019 13:30

Policial suspeito de furto de 117 kg de maconha é preso e afastado da função

Campo Grande News

O policial civil Eduardo Luciano Diniz, 32 anos, investigado pelo furto de 112 quilos de maconha de dentro da delegacia de Itaquiraí, está preso em Campo Grande. Hoje, portaria publicada no Diário Oficial do Estado determinou afastamento dele das funções, em decorrência da investigação.

O investigador apresentou-se à polícia na última segunda-feira (15), acompanhado do advogado. Eduardo Diniz está detido na 3ª DP (Distrito Policial) de Campo Grande, no bairro Carandá Bosque.

A portaria de afastamento foi assinada pelo corregedor-geral da Polícia Civil, delegado Jairo Carlos Mendes, e refere-se ao cumprimento do mandado de prisão preventiva em decorrência da investigação.

O crime foi descoberto depois que DGPC (Direção Geral da Polícia Civil) determinou que as delegacias cumprissem a portaria de 14 de fevereiro de 2017, que disciplina os procedimentos para destruição de drogas ilícitas.

No dia 12 de junho, no cumprimento dessa norma, foi percebida diferença entre o que estava armazenado e o relatado em apreensões. A Corregedoria da Polícia Civil foi acionada e, na investigação, apurou-se que houve apreensão feita pela Polícia Militar de 559 quilos de maconha no dia 8 de junho. A droga foi recebida pelo investigador.

À noite, segundo a Polícia Civil, o investigador retirou 177 quilos e levou a droga até uma chácara, fazendo a substituição por 200 quilos da droga do mesmo tipo, porém, de qualidade inferior.

Na investigação, foi apurado que o investigador teve apoio de três moradores da cidade: Cristiano da Silva Marques, 32 anos, Moisés Lopes Ferreira, 37 anos e João Ferreira, pai de Moisés. Na chácara de João foram encontrados cerca de 2 quilos de maconha.

A partir da identificação, no dia 20 de junho, foram expedidos mandados de prisão e de busca e apreensão. Cristiano da Silva Marques continua foragido e, segundo advogado Wilson Tavares de Lima, o cliente deve se apresentar. A linha de defesa dos acusados está sendo discutida pela defesa dos suspeitos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 21 de Agosto de 2019
09:00
Santo do Dia
Terça, 20 de Agosto de 2019
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)