Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/10/2006 17:06

Polícia paulista conclui que namorada matou coronel

Alvaro Bufarah /ABr

São Paulo - O inquérito instaurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil de São Paulo, concluiu que a advogada Carla Cepolina é a responsável pela morte do coronel Ubiratan Guimarães.

Carla foi indiciada no dia 27 de setembro por homicídio duplamente qualificado, mas por colaborar com as investigações não teve sua prisão decretada, conforme decisão de consenso entre a polícia e o Ministério Público paulista.

Nos próximos 15 dias, a promotoria deverá apresentar denúncia contra a advogada. Caso a Justiça aceite a acusação formal, a advogada – que era namorada do coronel e nega envolvimento com o caso – será processada.

De acordo com o inquérito de 1.400 páginas, Ubiratan Guimarães foi assassinado por Carla com um tiro no abdome, na noite do dia 9 de setembro, no apartamento dele na capital paulista. A advogada, acrescenta o inquérito, estava em crise de ciúme, depois que o namorado recebera ligação telefônica de uma mulher.

Carla Cepolina confirmou à polícia que esteve no apartamento do coronel e negou ter dado o tiro. Mas os viznhos afirmara, em depoimento, que viram a advogada sair do local após o horário em que ele teria sido assassinado. Ela também teria entregue à polícia roupas que, segundo os peritos, seriam diferentes das que usava quando foi filmada pelas câmeras de segurança, ao deixar o prédio.

O coronel Ubiratan Guimarães foi o comandante da operação de invasão da Casa de Detenção de São Paulo, que resultou na morte de 111 presos, no episódio conhecido como Massacre do Carandiru.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)