Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/09/2017 10:40

Polícia nos EUA mata homem que não obedeceu às suas ordens porque era surdo

Midiamax

A polícia de Oklahoma City, nos EUA, matou na terça-feira um homem que não obedeceu às ordens dos agentes por ser uma pessoa surda, reconheceram nesta quarta (20) fontes policiais.

Magdiel Sánchez, de 35 anos, morreu na porta de sua casa depois de sofrer um disparo após os policiais ordenarem que ele soltasse um cano que carregava e deitar no chão, embora um vizinho tenha tentado alertar que o homem não podia ouvi-los.

Segundo a agência EFE, o incidente aconteceu na noite de terça, quando dois agentes tentavam localizar o dono de um veículo que pouco antes tinha se envolvido em um acidente de trânsito e fugido.

Os policiais receberam um aviso de que o motorista do veículo poderia ser o pai de Magdiel Sánchez, por isso que se dirigiram à sua casa.

Ao chegar, o tenente Matthew Lindsey encontrou o homem sentado na varanda e com um cano nas mãos, por isso decidiu pedir reforços.

"Quando chegou a unidade de reforço, começaram a dar indicações ao indivíduo para que soltasse a arma e deitasse no chão", relatou nesta quarta-feira a capitã Bo Mathews, chefe da Polícia de Oklahoma.

Nesse momento, Magdiel ficou de pé e caminhou na direção dos agentes, ainda com o cano nas mãos.

Apesar de, segundo Mathews, pelo menos um vizinho ter avisado aos policiais que ele não podia escutá-los, Lindsey disparou com uma pistola de choque, enquanto um segundo agente, o sargento Christopher Barnes, abriu fogo contra Magdiel, que morreu antes da chegada do serviço de emergência.

De acordo com a Associated Press, Sánchez, que não tinha antecedentes criminais, também não falava e se comunicava principalmente através de gestos. Um de seus vizinhos, Julio Rayos, disse ao jornal "The Oklahoman" que ele tinha problemas de desenvolvimento e pode ter se aproximado dos policiais ao perceber que não estava conseguindo se comunicar direito com eles.

Outra moradora da vizinhança, Jolie Guebara, afirmou que Sánchez costumava se comunicar com ela e seu marido através de bilhetes e que era comum vê-lo perto de sua casa com uma espécie de bastão, que ele usava para afastar cães de rua. A polícia inicialmente chegou a dizer que ele carregava um bastão quando foi morto, mas depois mudou a versão e afirmou que ele portava um cano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)