Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/08/2008 12:04

Polícia monta "quebra-cabeça” sobre execução de vereador

Fernanda Mathias/Campo Grande News

As polícias Civil e Militar de Bela Vista, com suporte de investigadores de Jardim, estão fazendo um esforço concentrado para chegar aos responsáveis pelo assassinato do vereador Flávio Roberto Godoy, 36 anos, o ‘Ratinho’, ocorrido na noite do dia 26 de agosto, quando ele participava de um comício na cidade, que fica na região de fronteira com o Paraguai.

Cerca de 150 pessoas estavam no local na hora do crime, mas o medo acabou impondo um silêncio que é quebrado aos poucos e com as informações picadas a polícia vai montando o quebra-cabeças, diz o comandante da PM, major Marco Antônio Arguelho da Silva. “Se não fosse o medo, provavelmente os autores já estariam presos. Ninguém quer se comprometer”, diz.

A polícia limita as informações sobre o crime para não comprometer as investigações. O que está certo, segundo o major, é que o assassinato envolve mais de duas pessoas e através dos comparsas a polícia pretende chegar ao autor dos disparos, que a esta altura estaria no Paraguai.

“Estamos esperando ter mais materialidade para formalizarmos pedido de prisão”, diz. Além das informações a conta-gotas outro ponto de estrangulamento das investigações são as denúncias não consistentes e especulações.

A hipótese considerada mais forte é que o assassinato tenha cunho político. Familiares disseram à polícia que o vereador nunca mencionou que estaria sofrendo ameaças.

Ao longo das investigações algumas pessoas chegaram a ser detidas portando armas, mas nenhuma teria envolvimento com o crime.

A primeira informação que o SIG recebeu foi de que o autor do crime estaria escondido no ‘Pesqueiro do Paulão’, às margens do rio Apa, distante 60 quilômetros de Bela Vista, e que estaria em companhia de Marcos Antônio Ferreira Cuevas, foragido da justiça e acusado de crime de pistolagem. Lá nenhum suspeito foi encontrado. Um retrato-falado estaria sendo elaborado com ajuda de testemunhas.

O crime – Ratinho foi atingido por projéteis de pistola calibre 45 mm e um dos projéteis atingiu as pernas da estudante Luzia Garahi da Silva, de 18 anos. O crime ocorreu durante uma reunião política na Rua Odeth Medeiros de Matos, na vila Espírito Santo.

A moto utilizada pelos bandidos era uma Honda/Titan, cor vermelha escura, que havia ficado estacionada na esquina com a Rua Otávio Fontoura. Na fuga os pistoleiros fugiram em direção ao centro da cidade passando pelas Ruas Barão do Triunfo, Visconde de Taunay e Barão do Melgaço.

Passando em frente ao Terminal Rodoviário, a dupla circulou cerca de quinze quarteirões atravessando praticamente toda a cidade de BelaVista, passando pela Rua Fermino Rodrigues de Miranda, no bairro Costa e Silva, Barão de Ladário, onde o que estava na garupa da motocicleta saltou.

O provável autor dos disparos que mataram o vereador teria entrado em um matagal existente no final da vila Che-Roga-mi e o piloto da moto entrou na vila que dá acesso à Caieira (jazida de calcário), desaparecendo das vistas das testemunhas que seguiram os marginais por algum tempo.

Um detalhe obtido pela polícia é que mesmo baleado, ‘Ratinho’ conversou com uma testemunha, quando afirmou que não conhecia o homem que o havia baleado. Ele era moreno claro, estatura baixa, forte (troncudo), aparentando cerca de 26 anos, trajando calça jeans e camisa pólo alaranjada. (Com informações do Mercosul News)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)