Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/04/2014 13:06

Polícia investiga morte de bebê prematura

Campo Grande News

A 5ª Delegacia da Capital instaurou inquérito para apurar a morte de um bebê no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian. Segundo o delegado Jairo Carlos Mendes, titular da unidade policial, na manhã desta sexta-feira (25), está sendo realizado o exame patológico e em seguida a Polícia dará início às investigações. “Nós já entramos em contato com o hospital e vamos solicitar todos os laudos realizados na criança”, afirma o delegado.

Sobre as informações, o presidente da Avem/MS (Associação das Vítimas de Erros Médicos), Valdemar Moraes, diz que houve uma confusão por parte da família.

“A Polícia, na verdade, vai ter que descobrir o que realmente aconteceu. Em um primeiro momento constatamos que o hospital não queria liberar o corpo para enterrar por conta da autópsia e a informação que chegou aos parentes era de sumiço. Agora o menino está no Imol (Instituto Médico Odontológico Legal) e estão aguardando o atestado de óbito por parte do hospital”, explica o presidente.

Morte prematura - A vítima morreu durante a amamentação, logo após o parto. Em um primeiro momento, a família disse que houve negligência, principalmente pelo fato da mãe ainda estar anestesiada na ocasião. O fato então chegou ao conhecimento da Polícia. O HR também instaurou sindicância e em 30 dias emitirá uma resposta oficial.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)