Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/06/2016 05:32

Polícia Federal prende no Rio auditor da Receita e a mulher por corrupção

Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil

 

A Polícia Federal (PF) informou, no Rio de Janeiro, que foram cumpridas hoje (3) mandados de prisão preventiva de um auditor-fiscal da Receita Federal e da mulher dele, denunciados por crimes de corrupção ativa e passiva, durante a Operação Esfinge, deflagrada com a finalidade de desarticular uma quadrilha que praticou fraudes em licitações, desvio de recursos públicos, corrupção e lavagem de dinheiro.

A Operação Esfinge foi deflagrada com a finalidade de desarticular uma quadrilha que praticou fraudes em licitações, desvio de recursos públicos, corrupção e lavagem de dinheiro, no Rio de Janeiro. São investigadas fraudes em contratos que movimentaram mais de R$ 6 bilhões, incluindo uma licitação da Casa da Moeda. A polícia estima que, em propinas, o grupo movimentou cerca de R$ 70 milhões.

Também está sendo investigada uma licitação da Casa da Moeda do Brasil, por suspeita de fraude. O faturamento desse contrato, nos últimos seis anos, ultrapassou R$ 6 bilhões. O contratado era o Sistema de Controle da Produção de Bebida (Sicobe). Este tem por previsão a instalação de equipamentos contadores de produção nas linhas de produção de bebidas frias (cervejas, refrigerantes, sucos, águas minerais e outras). O sistema também realiza o controle, registro, gravação e transmissão dos quantitativos, e os remete à Receita Federal, para fins de tributação.

A polícia federal informou ainda que, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, um homem foi preso em flagrante e indiciado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, cuja pena pode variar de 3 a 6 anos de reclusão.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)