Cassilândia, Terça-feira, 26 de Março de 2019

Últimas Notícias

20/02/2019 08:40

Polícia Federal investiga seis projetos executados pelo Sesi no Estado

Campo Grande News

Seis projetos desenvolvidos pelo Sistema S, entre os anos de 2010 e 2014, são alvos da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul e levaram à Operação Fantoche, que investiga desvio de recursos públicos por organização criminosa. O presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Braga de Andrade foi preso na ação.

Comandada pela PF em Pernambuco, com apoio de equipes em MS, AL, PB, MG e interior de SP, a operação cumpriu 47 mandados de busca e apreensão e dez de prisão.

Em coletiva esta tarde, o presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen disse que ação da PF concentrou-se no 3º andar do prédio da entidade, onde fica a Controladoria.

Foram recolhidas informações sobre os seguintes projetos desenvolvidos entre 2010 e 2014:

- Quatro projetos do “Cine Sesi”, desenvolvido em 60 municípios de MS;

- Dois projetos “Na Ponta da Língua”, relacionado à revisão ortográfica, realizado em duas etapas (primeira em 46 cidades e, a segunda, em 37 cidades);

- Dois projetos Fito (Festival Internacional de Teatro de Objetos), com público de 44,5 mil pessoas em Campo Grande.

- “Fábrica Verde”, com distribuição em 20 cidades de 89,4 mil cartilhas sobre a relação da fauna e da indústria;

- “Em Nome da Cidade”, que trata da origem dos municípios e foi executado em 20 municípios;

- Dois projetos do “Arte no Canteiro”, executado em 44 canteiros de 13 cidades de MS.

Segundo Longen, “100% dos projetos foram licitados e executados na totalidade, 100% foram pagos. De nosso conhecimento, não tem distorções, tudo foi auditado pela CGU e pelo TCU”.

Os contratos foram firmados com (IMDC) Instituto Mineiro de Desenvolvimento, IPCB (Instituto de Produção da Cultura Brasileira) e o Instituto Origami. No caso da última empresa, consta que um dos mandados de prisão refere-se ao advogado e presidente do instituto, Hebron Costa Cruz Oliveira, conforme o site T5 da Paraíba.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 26 de Março de 2019
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Segunda, 25 de Março de 2019
18:26
Chapadão do Sul, Costa Rica, Água Clara e Paraiso das Águas
09:00
Santo do dia
Domingo, 24 de Março de 2019
18:03
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)