Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/03/2007 21:53

Polícia Federal fecha 19 rádios em São Paulo

Elaine Patricia Cruz/ABr

São Paulo - A Polícia Federal (PF) fechou hoje (26) em São Paulo 19 emissoras de rádio, sob a alegação de que elas operavam sem autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo o delegado da PF Fábio Henrique Maiurino, 15 das 19 rádios operavam ilegalmente; três estavam com equipamentos desligados; e uma tinha um equipamento de rádio PX.

“Todo serviço regular ocupa uma faixa de freqüência autorizado pela Anatel. Uma estação operando de forma clandestina acaba provocando interferência nessa rede regularmente instalada, como, por exemplo, nos serviços essenciais de bombeiros e polícia. No caso mais grave, no sistema de transporte, sobretudo no sistema de navegação aérea”.

A Operação Interferência tinha como objetivo cumprir 37 mandados de busca e apreensão nos municípios da Grande São Paulo. Segundo o delegado, os proprietários das emissoras fechadas foram encaminhados para a sede da PF para que fosse lavrado um termo circunstanciado.

De acordo com a PF, os transmissores apreendidos serão submetidos à perícia para a verificação da potência. "Esses equipamentos não têm a venda impedida no comércio de eletrônicos, portanto, o pessoal acaba adquirindo e utilizando para a atividade de radiodifusão clandestina”, afirmou Maiurino, acrescentando que possuir o equipamento de radiodifusão não configura crime.

Airton Eduardo dos Santos, presidente da Associação Cultural Comunitária de Vila Natal, na zona sul paulistana, local onde desde 1999 estava instalada a Rádio Ali Davi FM, disse que foi surpreendido pela operação, principalmente porque a emissora não estava em operação.

Em entrevista à Agência Brasil, Santos disse que já tinha enviado toda a documentação necessária para obter a concessão da Anatel. "O equipamento estava completamente desligado, o estúdio estava vazio e a antena desconectada porque a gente estava aguardando a concessão”.

Para o delegado, o fato de uma rádio estar esperando a concessão ou estar com os seus equipamentos desligados não impede de que ela seja autuada. “Essas rádios, embora não estejam funcionando no momento, podem já ter funcionado no passado”.

Participaram da operação 80 agentes da PF e 39 agentes de fiscalização da Anatel. Os proprietários das rádios vão responder pelo crime de atividade de radiodifusão indevida e podem ser acusados de atentado contra a segurança de transporte aéreo, crime previsto no Código Penal.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)