Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/06/2005 15:28

Polícia Federal e Ibama vão investigar desmatamento

Irene Lôbo / ABr

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou em entrevista coletiva a imprensa, a criação de um convênio permanente entre a Polícia Federal e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para apurar denúncias de desmatamento ilegal em todo o Brasil. O convênio, batizado de Operação Arribação, terá o foco inicial na Amazônia. "A qualquer momento, em qualquer parte do país, os que estão fazendo as práticas irregulares e criminosas contra o meio ambiente poderão ser surpreendidos como foram agora no Mato Grosso", disse a ministra.

Uma quadrilha que atuava há 14 anos no Mato Grosso fraudando autorizações para exploração de madeira foi desmantelada hoje (2) pela Polícia Federal na Operação Curupira. O Ibama do Mato Grosso ficará sob intervenção por 60 dias e já tem uma equipe substituta nomeada. O fornecimento de novas Autorizações de Transportes de Produtos Florestais também está suspenso por 30 dias no estado e todos os servidores que operavam o sistema de controle estão descredenciados.

Nos próximos 90 dias, passarão por auditorias todos os Planos de Manejo Florestal em vigor no estado e todas as autorizações para desmatamento já concedidas pelo Ibama. As empresas do setor florestal do estado também serão inspecionadas, nos próximos 60 dias, a fim de verificar a autenticidade das informações cadastradas no Ibama.

Todos os servidores envolvidos nas fraudes responderão a processo administrativo disciplinar. Também serão ajuizadas Ações Civis Públicas de responsabilidade por danos ambientais contra as empresas e sócios envolvidos no esquema de corrupção e contra a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fema/MT), que não poderá mais emitir autorizações para desmatamento. A Justiça Federal no estado também solicitou a busca e apreensão de todas as autorizações expedidas pela fundação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)