Cassilândia, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

Últimas Notícias

05/07/2004 08:52

Polícia faz retrato falado de suspeitos

Marina Domingos/ABr

Na tentativa de acabar com o clima de tensão e de preservar a segurança da família de Adilson Prestes, pecuarista assassinado sábado em Novo Progresso, a cerca de mil quilômetros de Belém (PA), o chefe do Departamento de Interior da Polícia Civil de Belém, delegado Roberto Teixeira, enviou à cidade uma equipe com cinco agentes, um delegado especialista em conflitos agrários e um perito para realizar o retrato falado dos suspeitos.

O delegado pretende levar a trabalhadora rural Ivanilde Prestes, irmã de Adilson Prestes, e os outros familiares para Santarém (PA), a fim de integrarem o Serviço de Proteção às Vítimas e Testemunhas. "Ela não queria sair da cidade antes do sepultamento do corpo do irmão, mas estamos providenciando para hoje a retirada", informou. Segundo Ivanilde, o irmão vinha denunciando grilagem na região, por parte de madeireiros.

De acordo com o delegado Teixeira, a região é de conflitos por causa das terras devolutas, terras da União e do estado do Pará, expostas a invasores e grileiros de outros estados. Durante muitos anos, esses invasores se concentravam no sul do Pará, mas agora migraram para a fronteira com Mato Grosso e Amazonas. “Chegam dentro do estado e marcam: isso aqui é meu. Quem tem mais força começa a levar homens para tomar conta da terra e assim começa também a tomar conta da região”, acrescentou.

O pecuarista assassinado, ainda segundo Teixeira, já esteve envolvido em problemas por disputas de terra e já havia sido preso por porte ilegal de arma. “Por isso arrumou alguns inimigos em potencial, o que dificulta a investigação", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 28 de Junho de 2017
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)