Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/10/2013 10:00

Polícia estoura “boca de fumo” apreende drogas e desarticula esquema do tráfico

Costa Rica em Foco
(Foto: Kayron Rodrigues)(Foto: Kayron Rodrigues)

Investigadores da Polícia Civil de Costa Rica – MS, Polícia Militar e PMA – Polícia Militar Ambiental estouraram no final da tarde de quinta-feira (03), mais uma “boca de fumo” no bairro Sonho Meu IV em Costa Rica (MS).

Durante a operação quatro menores com idade entre 13 e 17 anos foram apreendidos, além de Junior Cesar Lopes da Silva, 19 anos. Todos viciados, os menores e Junior César eram usados pelos traficantes para fazer a venda da droga “aviãozinho” e assim eles também poderiam manter o vício. Conforme o delegado Cleverson Alves dos Santos, o grupo chegava a movimentar aproximadamente R$ 10 mil por semana com a venda da droga, sendo eles financiados por traficantes já conhecidos pela Polícia de Costa Rica.

Outros três suspeitos foram denunciados, sendo dois irmãos já conhecidos no meio policial, estes ficaram sabendo da operação policial e fugiram. E ainda, Romulo Pereiras de Souza conhecido por DF também foi denunciado, no entanto, o mesmo já cumpre pena em Campo Grande – MS inclusive por tráfico de drogas. DF seria o organizado da venda da droga.

Foram apreendidas 442 gramas de maconha prensada em forma de ‘rapadura’; 37 gramas – 14 trouxinhas de maconha; 117 gramas de pedra de crack; e 47 gramas – 90 trouxinhas de crack. E ainda, R$ 247,80 em dinheiro e moedas, e um aparelho celular.

De acordo com o histórico do BO – Boletim de Ocorrência, os investigadores da Polícia Civil receberam uma denuncia anônima de que um menor de 13 anos estaria na região da Cohab Azul vendendo drogas. Os policiais localizaram o menor e com ele foram encontradas 7 (sete) paradinhas de crack. Junto com o menor de 13 anos também estava outro adolescente com idade entre 12 a 14 anos, mas com ele nada foi encontrado.

Ao ser questionado pelos investigadores onde o menor de 13 anos havia pegado a droga, ele colaborou com os policiais e apontou o nome de um terceiro menor, que estaria mantendo uma “boca de fumo” no bairro Sonho Meu IV. Diante da informação, os policiais seguiram em busca do terceiro menor encontrando o mesmo na casa onde estava funcionando a “boca de fumo”.

No local os policiais encontram o menor, mais crack distribuídos em pedra e paradinhas, maconha também distribuídas em trouxinhas e prensada ‘rapadura’. Ao ser interrogado o menor contou que toda a droga pertencia aos seus tios traficantes já conhecidos no meio policial com várias passagens pela Polícia. Em entrevista a nossa reportagem, o terceiro menor contou como adquiriu a droga e também relatou que outras duas pessoas estavam vendendo drogas para ele, sendo um menor, e o outro seria Junior Cesar Lopes da Silva, 19 anos.

“Eles são sócios no tráfico e pediram para eu ir buscar a droga em Campo Grande – MS. Eu fui e voltei de van. Eles pagaram minha viagem, peguei a droga que foi organizada pelo DF”, contou o terceiro menor que foi surpreendido na “boca de fumo”.

O delegado da Polícia Civil, Cleverson Alves dos Santos, os investigadores Nélio Leon e Thiago Casagrande, os policiais Militares Pimenta, Franca e Erivelton e os Polícias Militares Ambientais subtenente Ortiz e o soldado Giovanone, passaram toda a noite em busca dos outros dois acusados, que seriam os tios de menor “dono da boca”, mas até a publicação dessa reportagem não havia prendido nenhum.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)