Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/03/2006 19:10

Polícia conclui que médico legista cometeu suicídio

Paulo Montoia/ABr

A polícia civil de São Paulo apresentou hoje (17) um laudo conclusivo de que foi suicídio a causa da morte do médico legista Carlos Alberto Delmonte Printes, que assinou o primeiro laudo de necropsia do corpo do prefeito de Santo André, Celso Daniel. O delegado José Antônio Nascimento, responsável pelo inquérito, disse que Delmonte Printes "cometeu suicídio motivado pela dissolução de seu casamento".

O laudo complementar conclusivo foi apresentado pela manhã à imprensa pelo delegado – que é do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da polícia paulista –, com a presença dos dois médicos legistas que o assinaram. O resultado foi divulgado também, à tarde, em comunicado da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, no portal oficial do governo.

Delmonte Printes, de 55 anos, foi encontrado morto em seu escritório, na capital paulista, em 12 de outubro de 2005. O laudo complementar conclui que ele morreu em razão da ingestão de três medicamentos: Dormonid (um sedativo), Propanol (para arritmias cardíacas) e Midocaína (anestésico). No comunicado, o médico legista Ricardo Cristolfi, diretor do Centro de Pesquisas do Instituto Médico Legal, diz que "ele não tinha necessidade de tomar aqueles medicamentos e, sendo médico, sabia do risco de ingeri-los simultaneamente".

O documento final soma 763 folhas em quatro volumes. Foram ouvidas 26 testemunhas, entre familiares, colegas de trabalho e amigos, e realizados 13 laudos necroscópicos. Segundo a polícia, dois dias antes de morrer, Demonte Printes transferiu R$ 100 mil para a conta corrente de sua ex-mulher. Também deixou cartas, que tiveram sua caligrafia confirmada por perícia, informando como deveria ser velado, a quem avisar e o que ele gostaria que fosse feito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)