Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

23/10/2009 08:49

Polícia Civil também vai receber e registrar armas

Fernanda Mathias, Campo Grande News

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul também vai receber armas da campanha do desarmamento e dar andamento aos processos para registro e renovação de registro de armas, emitindo, inclusive, registro provisório de 90 dias que poderá ser prorrogado por igual período.

Com o convênio firmado com a Polícia Federal, a capilaridade da campanha se multiplica, uma vez que a PF tem hoje unidades apenas em Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas, Naviraí e Corumbá, enquanto a Polícia Civil está presente em quase todos os 78 municípios do Estado.

A portaria da Diretoria Geral de Polícia Civil que estabelece a participação da Polícia Civil, especialmente em localidades onde não há unidade da Polícia Federal foi assinada na segunda-feira pelo delegado Jorge Razanauskas, diretor da Polícia Civil e publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira.

Até então, o recolhimento de armas ocorria apenas nas delegacias de Polícia Federal. Conforme a portaria, serão indicados policiais para participar do curso de capacitação para ações de arrecadação e registro de armas, que será oferecido pela PF, em Campo Grande. Só os policiais credenciados poderão receber as armas e expedir o formulário de indenização.

Até o quinto dia útil de cada mês as arfmas arrecadadas deverão ser encaminhadas à Polícia Federal.

No caso de municípios que não têm unidade da Polícia Civil, o atendimento será nas cidades mais próximas que tenham ou quando não houver lotação na unidade será agendado retorno para quando a autoridade estiver presente.

Pela regra, não há indenização por armas artesanais ou de fabricação grosseira. O valor da indenização vai de R$ 100,00 (para casos como de revólver calibre 22, 32 e 38) a R$ 300,00 ( calibre 7 mm, calibre .30, etc). A tabela pode ser acessada clicando aqui. (página 8)

Registro – Para o registro ou renovação de registro de armas é obrigatório levar cópia autenticada da identidade e CPF, comprovante de residência e dados da arma, como espécia, marca, calibre e número de série. Todos os documentos serão encaminhados à Polícia Federal. Os policiais civis vão seguir o protocolo da PF e emitir um registro provisório, com validade de 90 dias, que poderá ser prorrogado por igual período, caso não seja emitido neste prazo o registro definitivo.

Não poderão ser registradas armas de calibre restrito, com a numeração raspada ou que não possa ser identificado ou por pessoas menores de 25 anos. Nestes casos, o proprietário será orientado a devolver a arma mediante indenização prevista em tabela.

As armas também serão objeto de consulta para verificar a procedência ou se foram objetos de furto ou roubo.

No dia 7 de outubro também foi firmado em âmbito nacional termo de cooperação com os Correios para facilitar com que os cidadãos regularizem a posse da arma.

A partir do convênio as 6,2 mil agências do País passam a receber passam a receber pedidos de registros de armas de uso permitido. O valor do serviço de atendimento, remessa e recebimento de documentos do DPF, emissão de aviso de chegada e entrega do Certificado de Registro de Arma de Fogo definitivo é de R$ 6,50.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)