Cassilândia, Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

22/08/2020 14:00

Polícia Civil faz buscas em fábrica de doces em Anápolis

Mercadoria era vendida fora dos padrões de consumo

Polícia Civil do Estado de Goiás
Polícia Civil faz buscas em fábrica de doces em Anápolis

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Decon), deu cumprimento a mandado de busca e apreensão nessa quarta-feira (19), na sede de uma empresa que funcionava no Setor Jaiara, em Anápolis. As buscas foram feitas com apoio de fiscais da Agrodefesa e resultaram na apreensão de mais de uma tonelada de doces produzidos em desacordo com as normas regulamentares. A empresa foi multada e o empresário responderá pela prática de crime contra as relações de consumo, que prevê pena máxima de prisão de até 05 anos. O local tinha espaços sem qualquer higiene, muito sujos, funcionando em desacordo com as normas sanitárias.

A Agrodefesa já havia tentado fiscalizar este comércio, porém, a entrada dos fiscais foi impedida, o que ensejou a ação policial de hoje amparada por mandado judicial. O órgão chegou a apreender produtos e determinou sua inutilização, mas a empresa não efetuou a destruição dos produtos e ainda admitiu que os colocou novamente à venda nas prateleiras. Por isso, acabou também autuada administrativamente pela Agrodefesa.

Na mesma ocasião, um segundo estabelecimento, sediado na mesma rua, também foi fiscalizado. No local também foram encontrados doces sendo produzidos em desacordo com a lei. O proprietário também responderá pela prática de crime contra as relações de consumo. Não foram efetuadas prisões, porém, os investigados serão autuados em inquérito policial.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 20 de Outubro de 2020
Segunda, 19 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)