Cassilândia, Domingo, 18 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

30/10/2018 15:00

Polícia Civil cria força-tarefa para apurar execuções em Campo Grande

Três crimes, em que vítimas foram mortas com armas de grosso calibre, devem ser apurados por delegacias especializadas da cidade.

G1MS

A Polícia Civil criou uma força-tarefa, com delegacias especializadas, para apurar as execuções ocorridas nos últimos quatro meses, em Campo Grande.

Policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), além da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco) e Delegacia Especializada em Repressão à Homicídios (DEH) vão atuar nos inquéritos.

Há quatro dias, Orlando da Silva Fernandes, de 41 anos, foi executado com tiros de fuzil, em frente a uma barbearia, no Jardim Autonomista. Ele atuou como segurança do narcotraficante Jorge Rafaat, morto na fronteira do Paraguai em 2016.

Orlando foi atingido na cabeça quando estava indo em direção ao carro dele. A polícia encontrou pelo menos 40 capsulas de bala no local do crime. Na carteira da vítima foram encontrados um cheque no valor de R$ 240 mil e R$ 1,2 mil em dinheiro.

Dias antes, em 18 de outubro, o empresário Marcel Costa Hernandes Colombo, de 31 anos, foi morto com uma pistola 9 milímetros, no início da madrugada, em um bar na avenida Fernando Correa da Costa, a polícia conseguiu novas imagens dos suspeitos e constatou que eles tinham carro de apoio.

Já em junho deste ano, Ilson Martins de Figueiredo foi morto na na avenida Guaicurus, Jardim Itamaracá. A vítima foi perseguida por atiradores e atingido, quando perdeu o controle da direção, derrubou uma placa de sinalização, parte de um muro e parou. Ele estava sozinho no carro.

Conforme o relato das testemunhas à polícia, quando o carro da vítima parou, suspeitos desceram do automóvel onde estavam, foram até o homem e deram mais tiros. O corpo do homem ficou no carro. Na porta do veículo ficaram marcas de tiros e no asfalto projéteis. Até o momento, ninguém foi preso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Sábado, 17 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
06:25
Cassilândia/Paranaiba
Sexta, 16 de Novembro de 2018
22:20
Cassilândia
Quinta, 15 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Quarta, 14 de Novembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)