Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/08/2011 18:36

PMDB considera Operação Voucher "exagerada"

Mariana Jungmann, Agência Brasil

Brasília - O PMDB considerou exagerada a quantidade de prisões feitas pela Polícia Federal durante a Operação Voucher, deflagrada hoje (9). Segundo o líder do partido no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o partido entende a investigação como legítima e ainda não tem informações suficientes, mas estranhou a quantidade de pessoas presas. “Preliminarmente, nós não conhecemos a extensão da operação, parece-nos que há um exagero. Prender 38 pessoas por um convênio de 2009”, disse.

A bancada do partido se reuniu com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Após o encontro, Calheiros reafirmou o apoio do PMDB ao governo da presidenta Dilma Russeff e defendeu o ministro Pedro Novaes. “O ministro não sabia, são fatos de 2009. O PMDB tem muita preocupação com a questão central, com a necessidade do seu apoio à presidenta Dilma”.

Segundo Calheiros, a bancada do PMDB quer evitar a partidarização das denúncias. “É equivocado partidarizar a operação. Nós nunca dificultamos a vinda de ninguém para o Senado, ou para a Câmara, para esclarecer fatos. O PMDB mais do que nunca está unido e entende que essas denúncias todas precisam ser esclarecidas, investigadas”, resaltou.

O líder também falou sobre a permanência do ministro da Agricultura, Wagner Rossi – outro indicado do partido – no cargo. Segundo Calheiros, Rossi está “firmíssimo” e tem o apoio dos colegas peemedebistas. “É um dos melhores ministros da Agricultura de todos os tempos”, disse.

O PMDB é o responsável pelas indicações dos nomes de Rossi e Novaes para os ministérios da Agricultura e do Turismo. Diante das denúncias de corrupção nas duas pastas, o líder do partido garantiu que os titulares da pasta estarão à disposição do Congresso Nacional para prestar esclarecimentos.



Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)