Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/11/2015 17:00

PMA prende 57 pescadores por pesca ilegal em época de prépiracema

Priscilla Peres, Campo Grande News
PMA também realiza a soltura dos peixes apreendidos vivos. (Foto: Divulgação PMA)PMA também realiza a soltura dos peixes apreendidos vivos. (Foto: Divulgação PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu 42 pescadores com 513 kg de pescado, além de seis km de redes de pesca em setembro, período de pré-piracema nos rios de Mato Grosso do Sul. O período de reprodução dos peixes começou oficialmente no dia 5 deste mês e se estende até 28 de fevereiro de 2016.

No início de outubro a PMA intensificou a fiscalização com a “Operação Pré-piracema”, que envolveu 338 policiais e terminou nesta manhã. Nesse período, também foram autuados administrativamente quatro pescadores por falta de licença de pesca.

De acordo com a polícia ambiental, a fiscalização foi intensificada com o intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados. Nesta época também aumenta a quantidade de pescadores, que se utilizam da facilidade em pegar os peixes.

Apesar do número alto de pescadores presos, a PMA considera a operação tranquila. Foram 57 pessoas autuadas por crimes e infrações ambientais, sendo 26 por pesca ilegal, contra 81 na operação do ano passado . Foram apreendidos 301 kg de peixes e dos 26 autuados por pesca, 17 foram presos por crime de pesca predatória.

Com relação aos petrechos de pesca proibidos foram apreendidas 49 redes de pesca, mais do que as 34 redes da operação passada. Mais oito tarrafas, 384 anzóis de galho, que são petrechos proibidos com grande potencial de captura de pescado, além de oito motores de popa, oito barcos e nove veículos.

As multas foram R$ 771 mil.O valor elevado das multas na operação passada deu-se em razão da autuação de uma Pequena Central Hidrelétrica, que foi multada em R$ 4,95 milhões e dois traficantes de papagaios que foram multados em R$ 1,53 milhão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)