Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/10/2009 11:33

PMA divulga balanço da Operação Padroeira do Brasil

PMA

A Polícia Militar Ambiental encerrou hoje às 08:00h, a “Operação Padroeira do Brasil”, que contou com 80% do seu efetivo que é de 330 homens. Durante todo este mês de outubro é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado nos rios, em razão de ser, normalmente, o último mês de pesca aberta, fator que eleva o número de turistas de fora, além da própria população do Estado nos rios praticando pesca. Em razão do feriado, a PMA intensificou ainda mais a fiscalização nos rios.

Por outro lado, outros crimes ambientais foram combatidos, em especial, o tráfico de animais silvestres, em virtude de estarmos vivendo o período de reprodução do papagaio, que é o nosso animal mais traficado. Foram desenvolvidas também barreiras e combate ao desmatamento e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais. (Foi autuada 01 pessoa por desmatamento e fechada 01 serraria, além de autuação por despejo de lixo irregular e lenha sem origem).

Três equipes da sede (Campo Grande) trabalharam itinerantes, em fiscalização em área não definida, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, em contado com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante. (Autuaram 01 pescador com petrecho proibido).

Os trinta novos policiais que receberam treinamento no município de Amambai, no Salto do Pirapó, participaram da operação acompanhados por Oficiais e Sargentos treinados, servindo como aulas práticas. Trabalharam em toda a região da grande Dourados e fronteira. (Autuaram 04 pescadores sem licença e prenderam 02 pessoas por pesca predatória).

No geral foram 20 autos de infrações com multas superiores a R$ 240 mil e 12 pessoas presas. O destaque foi a apreensão de grande quantidade de toras de madeira irregulares (537). As maiores ocorrências foram relacionadas à pesca predatória, sendo apreendidos 59 kg de pescado. Vale destacar, a grande quantidade de pescadores presos com pouco pescado apreendido, demonstrando a importância da fiscalização intensa, o que evita captura de grande quantidade de pescado, além, do fator preventivo, pois, ao ver os policiais nos rios, mesmo as pessoas que tencionavam pescar irregularmente não o fazem.




Matérias de responsabilidade da PMA

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)