Cassilândia, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

Últimas Notícias

22/12/2017 10:20

PMA autua fazendeiro em R$ 40,6 mil por degradação de matas ciliares

Midiamax

A PMA (Polícia Militar Ambiental) multou um fazendeiro em R$ 40,6 mil por degradação de matas ciliares de rio e assoreamento de córrego. Durante vistorias nas propriedades rurais do município de Itaquiraí, cidade a 399 quilômetros de Campo Grande policiais militares ambientais de Naviraí foram acionados para a ocorrência. 

Eles localizaram nesta quarta-feira (20), em uma fazenda de 1.940 hectares, diversas degradações ambientais, inclusive, em áreas protegidas de preservação permanente. Na propriedade rural, a PMA verificou que o gado era mantido adentrando as matas ciliares de um córrego e do rio Maracaí que cortam a propriedade.

A falta de conservação do solo na propriedade e o pisoteio dos animais fizeram com que fossem carreados sedimentos, causando assoreamento do córrego que corta a propriedade. Devido a falta de proteção do solo e das matas ciliares, houve ainda erosão de margem do rio Maracaí, que também corta a propriedade. Só de área protegida foram degradados 7 hectares.

As atividades foram paralisadas. O fazendeiro, residente em Cascavel (PR), foi autuado administrativamente e multado em R$ 40.600,00. O autuado também responderá por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente (APP). A pena é de um a três anos de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar junto ao órgão Ambiental Estadual um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 16 de Janeiro de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)